Samba do Sino

A Roda surge da necessidade em manter acesa a chama da Cultura Popular Brasileira, trazendo a tona histórias que são cantadas através de sambas tradicionais de todo o território nacional, da velha guarda aos novos compositores, pois o Samba Presente Não Esquece o Passado, deixando prevalecer o sotaque do samba paulista, do rural ao urbano. O Sino surge devido à dificuldade em encerrar o Samba às 22h, pois é realizado em bairro residencial. Surge a idéia de se utilizar um sino para indicar o final do samba. Ai começaram a dizer: –“Vamos naquele samba, aquele que o cara toca o Sino...” Assim acaba-se adotando o nome Samba do Sino. Houve a aceitação e respeito geral e assim se conveniou tocar o Sino para começar e para terminar o Samba.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Castelo Hansen em entrevista a TV Cultura de Jaú


“Desde criança queria ser escritor. Meu pai tinha muitos livros, aos 12 anos meu pai tinha uma máquina de escrever e já jazia poesia, mas não mostrava para ninguém, só para minha mãe. Jornalista, cronista e poeta. Meu primeiro trabalho foi em uma gráfica, não ganhava nada”. Foi fundador do Colégio Brasileiro de Poetas de Mauá, do Grupo Literário Letra Viva (Guarulhos), membro da Academia Guarulhense de Letras

Foi o presidente honorário da Sociedade Guarulhense da Cultura Artística.. Foi editor de Política o jornal Folha Metropolitana de Guarulhos. Livros: Canção para o Sol voltar -1980 (primeiro trabalhar), A flor que Drummond viu nascer no asfalto -2008, Um cego fita o horizonte, Consertam-se mundos e fundos (crônicas). Tem poesias musicadas, Utopia  e Dança da Noite, ambas musicadas por Ricardo Dutra; Você, Horizonte, Samba inútil e Tempo de goiaba também por Marcele.

Um Tempo
Primeiro de Abril
Castelo Hansen

Houve um tempo
Em que todo os versos eram de esperança
E mostra um caminho por fazer
Mesmo que noite fosse escura e fria
Havia sempre um jeito de poesia
Para se aguardar o amanhecer.

Mesmo em tempo de fome, tristeza,
De guerra fria, de dor, de incerteza,
Havia sempre um sol na consciência
Havia sempre luz no fim do túnel,

A marcha da história,
 A curva do horizonte
Para acalmar a santa paciência,
Houve um tempo
Em que todos os jovens eram proletários
Construindo seus versos literários
E fabricando um amanhã mais justo.

E já se via  até um novo dia
De sol, de amor, de pão e de alegria
A compensar todo trabalho e susto

Houve um tempo
Esse tempo passou, era tudo bobagem,
Era tudo mentira, engodo vil.

A história se enganou, voltou para trás,
Não  existe amanhã, nem pão, nem paz,
Nem fim de túnel, nem sonho,
Nem miragem.

Enganamos um bobo,
Primeiro de abril...

Assista a entrevista


Tia Ciata - "A Mãe do Samba"

"TIA CIATA", MÃE DO SAMBA...

" O samba é o mais belo documento da vida e da alma do povo brasileiro". (Rosane Volpatto-extraído do Texto SAMBA, SABOR DO BRASIL) Um grande abraço ao nosso patrono PAULINHO DA VIOLA. (Veja mais na página História do Samba)
-------x-------

Pelo Fim da Ordem dos Músicos do Brasil !

Abaixo-Assinado Eletrônico pelo direito ao livre exercício da profissão de músico:

Participe você também, leia matérias neste blog.

Para assinar eletrônicamente:

http://www.carlosgiannazi.com.br/fale_conosco/abaixo-assinado-omb.htm

Paulinho da Viola- Entrevistado pelo programa Memória do Rádio

PAULINHO DA VIOLA - O Nosso Patrono

O Verso "Quando penso no futuro não esqueço meu passado" é creditado por Paulinho da Viola, em "Meu tempo é hoje", como sintese de sua obra, de sua vida. Recolhido de sua "Dança da Solidão"(72). (Pedro Alexandre Sanches - Folh aOn Line - 11/04/2003)

"Eu não costumo brigar com o tempo" afirma Paulinho da Viola (em 09/12/2004 - Folha On line)

"A música de Paulinho da Viola representa um universo particular dentro da cultura brasileira. Experimentá-la é reconhecer que a identidade cultural brasileira não é única, há sempre algo mais." (extraído do site de Paulinho da Viola)

A Obra de Paulinho da Viola já foi tema de livros, trabalhos acadêmicos, gravações e documentário. Em fase de finalizações, se encontra um Documentário realizado pela VideoFilmes com direção de Isabel Jaguaribe e roteiro de Zuenir Ventura. (Confira mais na página - PAULINHO DA VIOLA - Vídeos e muito mais)

-------x-------

AGENDA CULTURAL DA PERIFERIA

A Ação Educativa é uma organização não governamental sem fins lucrativos que desenvolve a apóia projetos voltados para a educação e juventude, por meio de pesquisas, formação, assessoria e produção de informações. Mantém em sua sede o espaço de Cultura e Mobilização Social, aberto ao público, que promove regularmente atividades de formação, intercâmbio e difusão cultural. Vale a pena acessar : http://www.acaoeducativa.org.br/

Confira As Comunidades de SAMBA divulgadas.
-------x-------

Samba do Sino comemora primeiro ano na noite de 15/12/2009 com história do samba

O Movimento Cultural Samba do Sino comemerou 01 ano de vida no último dia 15/12/2009, e presenteia os moradores da cidade com histórias que contam a evolução do samba no Brasil. A proposta nasceu com a idéia de resgatar esse pedaço da cultura popular. (Vanessa Coelho - Guarulhos Web 15/12/2009)