Samba do Sino

A Roda surge da necessidade em manter acesa a chama da Cultura Popular Brasileira, trazendo a tona histórias que são cantadas através de sambas tradicionais de todo o território nacional, da velha guarda aos novos compositores, pois o Samba Presente Não Esquece o Passado, deixando prevalecer o sotaque do samba paulista, do rural ao urbano. O Sino surge devido à dificuldade em encerrar o Samba às 22h, pois é realizado em bairro residencial. Surge a idéia de se utilizar um sino para indicar o final do samba. Ai começaram a dizer: –“Vamos naquele samba, aquele que o cara toca o Sino...” Assim acaba-se adotando o nome Samba do Sino. Houve a aceitação e respeito geral e assim se conveniou tocar o Sino para começar e para terminar o Samba.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Gafieira Sarambá


Projeto idealizado pela cantora Carol Bezerra, em parceria com o Quinteto em Branco e Preto e a Banda Mantiqueira. No repertório sambas dançantes e sincopados da gafieira tradicional como “Sarambá” (J. Thomas e Duque 1930), “Tem Francesa no Morro”(Assis Valente 1932), “Falsa Baiana”(Geraldo Pereira 1944), “Estatuto da Gafieira” (Billy Blanco 1954), além de composições mais recentes como “Influência do Jazz” (Carlos Lyra) , “ Amor Até o Fim” (Gilberto Gil), “Bala por Bala” (Magnu Sousá e Maurílio de Oliveira), entre outros. Com Carol Bezerra, Quinteto em Branco e Preto e Banda Mantiqueira.

Além de graduada em artes pela Unesp-SP, com um vasto currículo na em licenciatura e musicalização, na área artística, como cantora e atriz, a carreira da Santista Carol Bezerra tem se caracterizado pela constante atuação em shows e musicais brasileiros no eixo Rio-São Paulo, como: "Pátria Armada" de Rodrigo Pitta e Leonardo Netto, com direção musical de Daniel Salve; "Divina Elizeth" de João Falcão e direção musical de Josimar Carneiro, "Tom e Vinícius" com direção de Daniel Herz e direção musical, também de Josimar; "Grandes Pequeninos" de Jair Oliveira e Tânia Khallil, com direção de Isser Korik (onde foi indicada ao prêmio FEMSA de melhor atriz coadjuvante).

Seus últimos trabalhos em teatro foram a peça "Te amo, SP", projeto de Isser e Becky Korik com vários textos e direções de Roberto Lage, Alexandre Reinecke, Caco Ciocler, Kleber Montanheiro e Zé Henrique de Paula, que ficou em cartaz de outubro a dezembro de 2010; e o musical infantil diferenciado: Logun Edé - uma yorubópera para crianças de Bruno Gavranic, com direção de Dagoberto Feliz e direção musical de Giovani di Ganzá, indicado a vários prêmios.

Cantou com Osvaldinho da Cuíca e Germano Matias no show sobre a história do samba paulista e participou do Longa-metragem "Noel: Poeta da Vila", vivendo o papel de Aracy de Almeida, com direção musical de Luiz Felipe de Lima e direção geral de Ricardo Van Steen, atuando ao lado de personalidades do samba carioca como Wilson das Neves, Beto Cazes, Henrique Cazes, tia Surica. O CD com a trilha do filme conta com as faixas "Feitiço da Vila" e "Filosofia" gravadas por Carol.


O que:- Gafieira Sarambá
Quem:- Carol Bezerra, Quinteto em Branco e Preto e Banda Mantiqueira
Quando:- Dia 11 de Fevereiro (sábado)
Horário:- às 20h
Onde:- SESC Osasco
End:- Av. Sport Club Corinthians Paulista, 1.300 (Jardim das Flores - Osasco) 
Tel:             (11) 3184-0900      
Preço na Bilheteria: de R$ 3,00 a R$ 12,00
Recomendação: 10 anos

veja vídeo:-

Tia Ciata - "A Mãe do Samba"

"TIA CIATA", MÃE DO SAMBA...

" O samba é o mais belo documento da vida e da alma do povo brasileiro". (Rosane Volpatto-extraído do Texto SAMBA, SABOR DO BRASIL) Um grande abraço ao nosso patrono PAULINHO DA VIOLA. (Veja mais na página História do Samba)
-------x-------

Pelo Fim da Ordem dos Músicos do Brasil !

Abaixo-Assinado Eletrônico pelo direito ao livre exercício da profissão de músico:

Participe você também, leia matérias neste blog.

Para assinar eletrônicamente:

http://www.carlosgiannazi.com.br/fale_conosco/abaixo-assinado-omb.htm

Paulinho da Viola- Entrevistado pelo programa Memória do Rádio

PAULINHO DA VIOLA - O Nosso Patrono

O Verso "Quando penso no futuro não esqueço meu passado" é creditado por Paulinho da Viola, em "Meu tempo é hoje", como sintese de sua obra, de sua vida. Recolhido de sua "Dança da Solidão"(72). (Pedro Alexandre Sanches - Folh aOn Line - 11/04/2003)

"Eu não costumo brigar com o tempo" afirma Paulinho da Viola (em 09/12/2004 - Folha On line)

"A música de Paulinho da Viola representa um universo particular dentro da cultura brasileira. Experimentá-la é reconhecer que a identidade cultural brasileira não é única, há sempre algo mais." (extraído do site de Paulinho da Viola)

A Obra de Paulinho da Viola já foi tema de livros, trabalhos acadêmicos, gravações e documentário. Em fase de finalizações, se encontra um Documentário realizado pela VideoFilmes com direção de Isabel Jaguaribe e roteiro de Zuenir Ventura. (Confira mais na página - PAULINHO DA VIOLA - Vídeos e muito mais)

-------x-------

AGENDA CULTURAL DA PERIFERIA

A Ação Educativa é uma organização não governamental sem fins lucrativos que desenvolve a apóia projetos voltados para a educação e juventude, por meio de pesquisas, formação, assessoria e produção de informações. Mantém em sua sede o espaço de Cultura e Mobilização Social, aberto ao público, que promove regularmente atividades de formação, intercâmbio e difusão cultural. Vale a pena acessar : http://www.acaoeducativa.org.br/

Confira As Comunidades de SAMBA divulgadas.
-------x-------

Samba do Sino comemora primeiro ano na noite de 15/12/2009 com história do samba

O Movimento Cultural Samba do Sino comemerou 01 ano de vida no último dia 15/12/2009, e presenteia os moradores da cidade com histórias que contam a evolução do samba no Brasil. A proposta nasceu com a idéia de resgatar esse pedaço da cultura popular. (Vanessa Coelho - Guarulhos Web 15/12/2009)