Samba do Sino

A Roda surge da necessidade em manter acesa a chama da Cultura Popular Brasileira, trazendo a tona histórias que são cantadas através de sambas tradicionais de todo o território nacional, da velha guarda aos novos compositores, pois o Samba Presente Não Esquece o Passado, deixando prevalecer o sotaque do samba paulista, do rural ao urbano. O Sino surge devido à dificuldade em encerrar o Samba às 22h, pois é realizado em bairro residencial. Surge a idéia de se utilizar um sino para indicar o final do samba. Ai começaram a dizer: –“Vamos naquele samba, aquele que o cara toca o Sino...” Assim acaba-se adotando o nome Samba do Sino. Houve a aceitação e respeito geral e assim se conveniou tocar o Sino para começar e para terminar o Samba.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Programa Samba Acadêmico Especial apresentando o CD Samba do Sino na Garoa nesta segunda feira dia 21-12-2015 pela Web Rádio

Programa Samba Acadêmico Especial apresentando o CD Samba do Sino na Garoa nesta segunda feira dia 21-12-2015 pela webradiomusicalivre.com.br

O que:- Programa Samba Acadêmico com Carlos J Fernandes
Quem:- Samba do Sino
CD:- Samba do Sino na Garoa
Quando:- 21-12-2015
Horário:- 21 hs
Onde:- www.webradiomusicalivre.com.br

Horário Alternativo: Domingo 11h (manhã)


sábado, 5 de dezembro de 2015

Samba do Sino Na Garoa, Show de Lançamento CD no Adamastor Guarulhos dia 13-12-2015

O Samba Tradicional traz um recorte sobre o Samba de São Paulo no lançamento CD “Samba do Sino na Garoa”, primeiro trabalho gravado do grupo homônimo.

O que:- Show Lançamento CD “Samba do Sino na Garoa”
Quem:- Samba do Sino
Quando:- 13-12-2015
Horário: 19h
Onde: Teatro Adamastor Centro
End: Av Monteiro Lobato, 734 – Macedo – Guarulhos
Entrada Franca
Retirar os ingresso 01 hora antes do Show.



     O grupo guarulhense Samba do Sino vai comemorar seus 07 anos de fundação com lançamento de seu primeiro CD no Teatro Adamastor Centro dia 13 de dezembro de 2015. Trata-se de um projeto financiado pelo Funcultura – Fundo Municipal de Cultura – Lei 5.947/2003 e Prefeitura de Guarulhos – Secretaria de Cultura.

     A história do samba em São Paulo é muito rica e por isso existem várias formas de conta-la. O Grupo que já é uma realidade no cenário musical canta o Samba Paulista desde sua primeira gravação em 1923, nos presenteando com um enredo agradável e histórico. A cidade de Bom Jesus de Pirapora, o Samba de Bumbo e o Samba Rural, o controle musical instaurado pela Rádio Nacional Carioca - uma estatal na era Vargas, as Modas Paulistas como inspiração, a migração para área urbana da capital paulista ocasionada pela crise dos cafezais e a ocupação das várzeas do rio Tietê por esta população, o samba dos engraxates da Sé.

     Com uma ficha técnica de primeira linha, conta com músicos de nosso cenário contemporâneo como: Bandolim e Violão Tenor Rafael Esteves,  Clarinete e Clarone Alexandre Ribeiro, Flauta em Sol e Flautim Mariana Zwarg,  Tantan, Surdo e Pandeiro Paulino Dias,  Piano Salomão Soares,  Prato e Faca Barão do Pandeiro,  Trombone Allan Abadia,  Violino Carol Panesi e com participação especial de Osvaldinho da Cuíca na maioria de suas faixas.

     Em sua linha de frente conta com um coral feminino de 05 vozes, além de duas vozes masculinas. Em seu repertório de sambas tradicionais, tem também o samba autoral e de novos compositores, pois o Samba Presente Não Esquece o Passado. Componentes do Samba do Sino: Bibi Pantera, Carlos J Fernandes, Drico Mariano, Dulce Monteiro, Eli Sabino, Gerson Fróes, José Carlos Macambira, Luís R Grillo, Maraysa e Silvia Calixto.

     O CD conta com 13 faixas, incluído o seu hino “Quando o Sino Tocar” composição de Carlos J Fernandes e Luís R Grillo. Eduardo Souto, Geraldo Filme, Adoniram Barbosa, Germano Matias, Osvaldo Arouche, Walter Pinho, Osvaldinho da Cuíca, Eduardo Gudin, Carlinhos Vergueiro e Kiko Dinucci são os compositores do enredo das faixas deste belo trabalho do Grupo guarulhense.

     O trabalho foi gravado no Studio Guidon em São Paulo e tem a assinatura de Marcelo Menezes na Direção Musical e nos Arranjos, Produção Aldo Di Julho, Produção Executiva Laila Fidelli e Direção Geral e Criação Carlos J Fernandes Neto.


     O grupo enraizado no bairro do Jardim Tranquilidade desenvolve um trabalho cultural na cidade desde a sua fundação. Conta com um bloco carnavalesco, promove Saraus, Encontro de Sambistas todo Segundo sábado do mês, além de um Programa pela web rádio que vai ao ar pela internet toda Segunda feira.

     O Sino surge em virtude de não conseguir terminar as rodas às 22hs, uma preocupação desde o primeiro evento. Desta forma arrumou-se um badalo de boi, e quando o relógio marcava 22hs o badalo começou a ser tocado no ouvido do músico e assim não tinha jeito de continuar. As pessoas então falavam: “Vamos naquele samba, naquele do cara do sino” Ai acabou virando o Samba do Sino. Hoje se toca o sino para começar e para terminar o Samba. O primeiro samba sempre é de composição de Paulino da Viola, escolhido como patrono da roda.

Samba do Sino na Garoa Faixa Cravo Branco(Paulo Vanzolini)


Tia Ciata - "A Mãe do Samba"

"TIA CIATA", MÃE DO SAMBA...

" O samba é o mais belo documento da vida e da alma do povo brasileiro". (Rosane Volpatto-extraído do Texto SAMBA, SABOR DO BRASIL) Um grande abraço ao nosso patrono PAULINHO DA VIOLA. (Veja mais na página História do Samba)
-------x-------

Pelo Fim da Ordem dos Músicos do Brasil !

Abaixo-Assinado Eletrônico pelo direito ao livre exercício da profissão de músico:

Participe você também, leia matérias neste blog.

Para assinar eletrônicamente:

http://www.carlosgiannazi.com.br/fale_conosco/abaixo-assinado-omb.htm

Paulinho da Viola- Entrevistado pelo programa Memória do Rádio

PAULINHO DA VIOLA - O Nosso Patrono

O Verso "Quando penso no futuro não esqueço meu passado" é creditado por Paulinho da Viola, em "Meu tempo é hoje", como sintese de sua obra, de sua vida. Recolhido de sua "Dança da Solidão"(72). (Pedro Alexandre Sanches - Folh aOn Line - 11/04/2003)

"Eu não costumo brigar com o tempo" afirma Paulinho da Viola (em 09/12/2004 - Folha On line)

"A música de Paulinho da Viola representa um universo particular dentro da cultura brasileira. Experimentá-la é reconhecer que a identidade cultural brasileira não é única, há sempre algo mais." (extraído do site de Paulinho da Viola)

A Obra de Paulinho da Viola já foi tema de livros, trabalhos acadêmicos, gravações e documentário. Em fase de finalizações, se encontra um Documentário realizado pela VideoFilmes com direção de Isabel Jaguaribe e roteiro de Zuenir Ventura. (Confira mais na página - PAULINHO DA VIOLA - Vídeos e muito mais)

-------x-------

AGENDA CULTURAL DA PERIFERIA

A Ação Educativa é uma organização não governamental sem fins lucrativos que desenvolve a apóia projetos voltados para a educação e juventude, por meio de pesquisas, formação, assessoria e produção de informações. Mantém em sua sede o espaço de Cultura e Mobilização Social, aberto ao público, que promove regularmente atividades de formação, intercâmbio e difusão cultural. Vale a pena acessar : http://www.acaoeducativa.org.br/

Confira As Comunidades de SAMBA divulgadas.
-------x-------

Samba do Sino comemora primeiro ano na noite de 15/12/2009 com história do samba

O Movimento Cultural Samba do Sino comemerou 01 ano de vida no último dia 15/12/2009, e presenteia os moradores da cidade com histórias que contam a evolução do samba no Brasil. A proposta nasceu com a idéia de resgatar esse pedaço da cultura popular. (Vanessa Coelho - Guarulhos Web 15/12/2009)