Samba do Sino

A Roda surge da necessidade em manter acesa a chama da Cultura Popular Brasileira, trazendo a tona histórias que são cantadas através de sambas tradicionais de todo o território nacional, da velha guarda aos novos compositores, pois o Samba Presente Não Esquece o Passado, deixando prevalecer o sotaque do samba paulista, do rural ao urbano. O Sino surge devido à dificuldade em encerrar o Samba às 22h, pois é realizado em bairro residencial. Surge a idéia de se utilizar um sino para indicar o final do samba. Ai começaram a dizer: –“Vamos naquele samba, aquele que o cara toca o Sino...” Assim acaba-se adotando o nome Samba do Sino. Houve a aceitação e respeito geral e assim se conveniou tocar o Sino para começar e para terminar o Samba.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Conversa de Violões duo Marcos Moraes (violão de seis cordas) e Marcus Godoy (violão de sete cordas)

O que:- Conversa de Violões

Quem:- duo Marcos Moraes (violão de seis cordas) e Marcus Godoy (violão de sete cordas)
Quando:- Estréia dia 15 de Julho (segunda)
Temporada: até 19 de Julho, Segundas, terças, quartas, quintas e sextas das 12h15 às 14h15 (Restaurante 1)
Onde:- SESC Carmo
End:- Rua do Carmo, 147 (Centro) 
Preço na Bilheteria: Grátis
Tel: (11) 3111-7000

O duo Marcos Moraes (violão de seis cordas) e Marcus Godoy (violão de sete cordas), apresenta a diversidade dos ritmos brasileiros. Ao longo dos cinco dias de apresentação, o duo abordará diferentes estilos como choro, maxixe, samba, forró, baião, frevo, chamamé e bossa nova, ritmos que ajudaram a criar uma escola violonística genuinamente brasileira.
No espetáculo, os violonistas André Carvalho e Aulus Rodrigues dividem o palco buscando sempre formar, informar e entreter o público. Quebrando a excessiva formalidade presente nas tradicionais salas de concertos, o espetáculo é conduzido de maneira descontraída, fazendo com que o público sinta-se parte do espetáculo e se torne mais receptivo à boa música instrumental.

O formato das apresentações aproxima-se ao de um recital didático. A fim de auxiliar a percepção dos ouvintes, comentários acerca do compositor, da obra e do contexto em que a mesma foi composta são feitos durante todo o concerto, porém evitando o tom professoral.
A idéia de diálogo vai além da comunicação verbal por parte dos músicos. Durante a elaboração dos arranjos houve uma busca por uma especial interação entre as partes executadas por cada violão, fazendo com que os instrumentos também realizem uma espécie de conversa musical.

Sem delimitar fronteiras entre o popular e o erudito, o repertório vai desde a música do renascimento inglês ao baião nordestino, passando pela música clássica, rock e chorinho em arranjos elaborados especialmente para essa formação de duo de violões.
Vale ressaltar também que além de adaptações e músicas originais para duo de violões, durante o show são interpretadas algumas obras para violão solo que demonstram toda a virtuosidade, elegância e requinte do violão clássico.

O show Conversa de Violões foi pensado para todo tipo de público, independente da faixa etária, classe social ou formação cultural. Fonte http://duolequeharmonico.blogspot.com.br/2010/08/o-show.html

Crédito a foto: Cristina Gagliardi 

Tia Ciata - "A Mãe do Samba"

"TIA CIATA", MÃE DO SAMBA...

" O samba é o mais belo documento da vida e da alma do povo brasileiro". (Rosane Volpatto-extraído do Texto SAMBA, SABOR DO BRASIL) Um grande abraço ao nosso patrono PAULINHO DA VIOLA. (Veja mais na página História do Samba)
-------x-------

Pelo Fim da Ordem dos Músicos do Brasil !

Abaixo-Assinado Eletrônico pelo direito ao livre exercício da profissão de músico:

Participe você também, leia matérias neste blog.

Para assinar eletrônicamente:

http://www.carlosgiannazi.com.br/fale_conosco/abaixo-assinado-omb.htm

Paulinho da Viola- Entrevistado pelo programa Memória do Rádio

PAULINHO DA VIOLA - O Nosso Patrono

O Verso "Quando penso no futuro não esqueço meu passado" é creditado por Paulinho da Viola, em "Meu tempo é hoje", como sintese de sua obra, de sua vida. Recolhido de sua "Dança da Solidão"(72). (Pedro Alexandre Sanches - Folh aOn Line - 11/04/2003)

"Eu não costumo brigar com o tempo" afirma Paulinho da Viola (em 09/12/2004 - Folha On line)

"A música de Paulinho da Viola representa um universo particular dentro da cultura brasileira. Experimentá-la é reconhecer que a identidade cultural brasileira não é única, há sempre algo mais." (extraído do site de Paulinho da Viola)

A Obra de Paulinho da Viola já foi tema de livros, trabalhos acadêmicos, gravações e documentário. Em fase de finalizações, se encontra um Documentário realizado pela VideoFilmes com direção de Isabel Jaguaribe e roteiro de Zuenir Ventura. (Confira mais na página - PAULINHO DA VIOLA - Vídeos e muito mais)

-------x-------

AGENDA CULTURAL DA PERIFERIA

A Ação Educativa é uma organização não governamental sem fins lucrativos que desenvolve a apóia projetos voltados para a educação e juventude, por meio de pesquisas, formação, assessoria e produção de informações. Mantém em sua sede o espaço de Cultura e Mobilização Social, aberto ao público, que promove regularmente atividades de formação, intercâmbio e difusão cultural. Vale a pena acessar : http://www.acaoeducativa.org.br/

Confira As Comunidades de SAMBA divulgadas.
-------x-------

Samba do Sino comemora primeiro ano na noite de 15/12/2009 com história do samba

O Movimento Cultural Samba do Sino comemerou 01 ano de vida no último dia 15/12/2009, e presenteia os moradores da cidade com histórias que contam a evolução do samba no Brasil. A proposta nasceu com a idéia de resgatar esse pedaço da cultura popular. (Vanessa Coelho - Guarulhos Web 15/12/2009)