Samba do Sino

A Roda surge da necessidade em manter acesa a chama da Cultura Popular Brasileira, trazendo a tona histórias que são cantadas através de sambas tradicionais de todo o território nacional, da velha guarda aos novos compositores, pois o Samba Presente Não Esquece o Passado, deixando prevalecer o sotaque do samba paulista, do rural ao urbano. O Sino surge devido à dificuldade em encerrar o Samba às 22h, pois é realizado em bairro residencial. Surge a idéia de se utilizar um sino para indicar o final do samba. Ai começaram a dizer: –“Vamos naquele samba, aquele que o cara toca o Sino...” Assim acaba-se adotando o nome Samba do Sino. Houve a aceitação e respeito geral e assim se conveniou tocar o Sino para começar e para terminar o Samba.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

GALPÃO volta a funcionar no Jardim Tranqüilidade


Neste mês de Julho de 2012 volta a funcionar no bairro o GALPÃO - Centro Cultural Jardim Tranqüilidade. Apesar de ainda não inaugurado oficialmente, o espaço deve trazer em sua grade de atividades a Música, Teatro, Artes Plásticas, Oficinas, etc.

Também está previsto um Centro de Preservação da História Local, com acervos de fotos e histórias contadas pelos próprios moradores. Os interessados poderão enviar material para o GALPÃO que será tratado para exposições.

Em parte este trabalho já vem sendo desenvolvido pelo Movimento Cultural Samba do Sino nos últimos quatro (04) anos, e o resultado já pode ser observado através do blog www.sambadosino.blogspot.com .

Neste dia 31/07/2012 a partir das 20h será marcado com a apresentação do Samba do Sino, grupo formado no bairro e que tem o objetivo de resgatar o Samba Raiz, contando e cantando a história deste ritmo que é considerado um Patrimônio da Humanidade, e que nos ajuda a entender e cultuar nossa identidade cultural, fazendo parte de nossa Cultura Popular.

Assim, teremos Samba Raiz todas as terças feiras no GALPÃO – Centro Cultural Jardim Tranqüilidade, Rua Jacob, 223 – Jd Tranqüilidade – Guarulhos – SP.

GALPÃO um legado cultural de nossa cidade

O espaço GALPÃO transformou o bairro do Jardim Tranqüilidade em grande centro cultural de nossa cidade durante os de 1950 e 1960. Na década de 1970 perde o seu espaço físico para a construção da Praça Nossa Senhora de Fátima.

Mas quem poderia dizer que o “Trem das Onze”, o mesmo da música de Adoniran Barbosa, pudesse participar efetivamente desta construção histórica. Acontece que durante muitos anos, o principal meio de locomoção dos moradores era o do transporte ferroviário através da Tramway da Cantareira, ou Trem da Cantareira. Muito gente acredita que sua linha iniciava na Cantareira e terminava no Jaçanã (como menciona a música “Trem das Onze” de Adoniran), mas no entanto a linha continuava pela cidade de Guarulhos, tendo como estação terminal a base área de Guarulhos.

Assista vídeo:



Assim, os moradores locais já vinham se reunindo nos vagões na volta do trabalho e discutiam a ação reivindicatória de energia elétrica para a região. Adiante passaram a se reunir em suas próprias casas. Através de uma comissão formada, foi autorizada pela administração municipal a construção da sede da sociedade amigos do bairro, ao lado da praça de esportes do Grêmio Esportivo Tranqüilidade fundado em 07/07/1951 e tendo como 1º Presidente Sr Job Ferreira de Avelino – (atualmente Praça Nossa Senhora de Fátima). Através do dinheiro arrecadado dos sócios foi comprado o material para construção do GALPÃO de madeira. Na construção trabalharam os fundadores e outros moradores, aos domingos, e as esposas faziam o almoço, um grande mutirão.

Enfim a Sociedade Beneficente Amigos do Tranqüilidade foi fundada em 10/02/1952, com sede a Rua Manoel Quintão, 219 – Jd Tranqüilidade – Guarulhos.

Vejam algumas atividades realizadas no GALPÃO, os Irmãos Dogmar e José de Oliveira “2Rubis” que se apresentavam no programa “Serra da Mantiqueira” da Rádio Bandeirantes e que também eram moradores do bairro. Inezita Barroso, Nho Zé (animador), Rubinho Bley (acordeonista) e Rosita Del Campo. Havia aos domingos o programa “Despertar Musical” com música popular atendendo a pedidos, com serviço de auto-falante. Havia também o “Manhã Feliz” com músicas caipiras, o “Saudades do Sertão” e de Calouros. As tardes de domingo tinha a matinê dançante e à noite cinema. Aos sábados baile à noite. Inúmeras eram as atividades no GALPÃO. A sua importância e relevância pode ser medida quando solicitado aos antigos moradores a contarem algo sobre o bairro, o primeiro a ser citado variavelmente é o GALPÃO.

Também foram interpretadas peças de Teatro com artistas amadores da região, entre elas “A Flor do Ipê”, “Crime do Fazendeiro”, “O Escravo” e “A Manjedoura de Belém”. Muito seriados eram projetados como por exemplo: “Roy Rogers”, “Flash Gordon” entre outros. Fonte – Jardim Tranqüilidade, um bairro e suas lembranças de Maria Thereza Avelino Testone.

Tia Ciata - "A Mãe do Samba"

"TIA CIATA", MÃE DO SAMBA...

" O samba é o mais belo documento da vida e da alma do povo brasileiro". (Rosane Volpatto-extraído do Texto SAMBA, SABOR DO BRASIL) Um grande abraço ao nosso patrono PAULINHO DA VIOLA. (Veja mais na página História do Samba)
-------x-------

Pelo Fim da Ordem dos Músicos do Brasil !

Abaixo-Assinado Eletrônico pelo direito ao livre exercício da profissão de músico:

Participe você também, leia matérias neste blog.

Para assinar eletrônicamente:

http://www.carlosgiannazi.com.br/fale_conosco/abaixo-assinado-omb.htm

Paulinho da Viola- Entrevistado pelo programa Memória do Rádio

PAULINHO DA VIOLA - O Nosso Patrono

O Verso "Quando penso no futuro não esqueço meu passado" é creditado por Paulinho da Viola, em "Meu tempo é hoje", como sintese de sua obra, de sua vida. Recolhido de sua "Dança da Solidão"(72). (Pedro Alexandre Sanches - Folh aOn Line - 11/04/2003)

"Eu não costumo brigar com o tempo" afirma Paulinho da Viola (em 09/12/2004 - Folha On line)

"A música de Paulinho da Viola representa um universo particular dentro da cultura brasileira. Experimentá-la é reconhecer que a identidade cultural brasileira não é única, há sempre algo mais." (extraído do site de Paulinho da Viola)

A Obra de Paulinho da Viola já foi tema de livros, trabalhos acadêmicos, gravações e documentário. Em fase de finalizações, se encontra um Documentário realizado pela VideoFilmes com direção de Isabel Jaguaribe e roteiro de Zuenir Ventura. (Confira mais na página - PAULINHO DA VIOLA - Vídeos e muito mais)

-------x-------

AGENDA CULTURAL DA PERIFERIA

A Ação Educativa é uma organização não governamental sem fins lucrativos que desenvolve a apóia projetos voltados para a educação e juventude, por meio de pesquisas, formação, assessoria e produção de informações. Mantém em sua sede o espaço de Cultura e Mobilização Social, aberto ao público, que promove regularmente atividades de formação, intercâmbio e difusão cultural. Vale a pena acessar : http://www.acaoeducativa.org.br/

Confira As Comunidades de SAMBA divulgadas.
-------x-------

Samba do Sino comemora primeiro ano na noite de 15/12/2009 com história do samba

O Movimento Cultural Samba do Sino comemerou 01 ano de vida no último dia 15/12/2009, e presenteia os moradores da cidade com histórias que contam a evolução do samba no Brasil. A proposta nasceu com a idéia de resgatar esse pedaço da cultura popular. (Vanessa Coelho - Guarulhos Web 15/12/2009)