Samba do Sino

A Roda surge da necessidade em manter acesa a chama da Cultura Popular Brasileira, trazendo a tona histórias que são cantadas através de sambas tradicionais de todo o território nacional, da velha guarda aos novos compositores, pois o Samba Presente Não Esquece o Passado, deixando prevalecer o sotaque do samba paulista, do rural ao urbano. O Sino surge devido à dificuldade em encerrar o Samba às 22h, pois é realizado em bairro residencial. Surge a idéia de se utilizar um sino para indicar o final do samba. Ai começaram a dizer: –“Vamos naquele samba, aquele que o cara toca o Sino...” Assim acaba-se adotando o nome Samba do Sino. Houve a aceitação e respeito geral e assim se conveniou tocar o Sino para começar e para terminar o Samba.

sexta-feira, 29 de julho de 2016





Domingo 31/07 a partir das 14h00 uma extensa programação espera por vocês na sede da AstecSP:

AV NOVE DE JULHO, 423 - Capítal - São Paulo

- Barracas de roupas, acessórios e outros artigos de empreendedoras negras;
- Aniversário da UNEGRO;
- Homenagem a mulheres negras de extrema importância na luta pela desigualdade racial:

Carmen Doria - Presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB São Paulo
Mestre Mara - capoeira
Zanza - Samba Rock
Esmeralda e Sharylane Hip Hop
Edleia dos Santos - Escolas de Samba
Stellita Marcia - Velha Guarda do Samba
Graça Braga - Sambista
Rosina Conceição de Jesus - UNEGRO
Teresa Gama – Sambista

Apresentações: Pagode do Cafofo, Projeto Samba de Todos os Tempos, Zanza Simião, Herança de Ciata e muito mais

ENTRADA GRATUITA!

terça-feira, 19 de julho de 2016

Descoberto o único vídeo de Jacob do Bandolim tocando o instrumento que lhe deu fama

Essa é para ficar nos anais da história da música brasileira. Única imagens de Jacob do Bandolim tocando. Isto é fantástico.

POR DANIEL BRUNET
14/07/2016 08:00
Após décadas de procura foi, enfim, encontrado um vídeo de Jacob do Bandolim (1918-1969). É o único, até aqui, no qual ele aparece tocando o instrumento que lhe deu fama. Está num fragmento do cinejornal “Bandeirantes na tela”, de Rodrigo Archangelo, que mostra trecho da cerimônia do Prêmio Guarani, de 1954, em São Paulo. Naquele ano, Jacob ganhou na categoria melhor instrumentista e, no palco, tocou o seu bandolim. Está nos arquivos da Cinemateca Brasileira, e sua existência chegou ao conhecimento de Jorge Cardoso, bandolinista de Fortaleza que está fazendo uma tese de mestrado sobre Jacob. Jorge, então, acionou outro pesquisador da obra do famoso músico, Sérgio Prata, diretor do Instituto Jacob do Bandolim.
— Eu fui até a Cinemateca e consegui uma cópia. Agora, poderemos estudar a técnica que ele tinha, a forma de pegar na paleta com a mão direita e de digitar as notas com a mão esquerda — explica Prata.
Aliás, mestre Hermínio Bello de Carvalho, um dos maiores pesquisadores da nossa música, dá a dimensão do achado:

— São quase cinco décadas de procura de qualquer imagem em movimento do mestre Jacob tocando seu bandolim, e eis que se conseguiu um final feliz

terça-feira, 12 de julho de 2016

Tia Ciata - "A Mãe do Samba"

"TIA CIATA", MÃE DO SAMBA...

" O samba é o mais belo documento da vida e da alma do povo brasileiro". (Rosane Volpatto-extraído do Texto SAMBA, SABOR DO BRASIL) Um grande abraço ao nosso patrono PAULINHO DA VIOLA. (Veja mais na página História do Samba)
-------x-------

Pelo Fim da Ordem dos Músicos do Brasil !

Abaixo-Assinado Eletrônico pelo direito ao livre exercício da profissão de músico:

Participe você também, leia matérias neste blog.

Para assinar eletrônicamente:

http://www.carlosgiannazi.com.br/fale_conosco/abaixo-assinado-omb.htm

Paulinho da Viola- Entrevistado pelo programa Memória do Rádio

PAULINHO DA VIOLA - O Nosso Patrono

O Verso "Quando penso no futuro não esqueço meu passado" é creditado por Paulinho da Viola, em "Meu tempo é hoje", como sintese de sua obra, de sua vida. Recolhido de sua "Dança da Solidão"(72). (Pedro Alexandre Sanches - Folh aOn Line - 11/04/2003)

"Eu não costumo brigar com o tempo" afirma Paulinho da Viola (em 09/12/2004 - Folha On line)

"A música de Paulinho da Viola representa um universo particular dentro da cultura brasileira. Experimentá-la é reconhecer que a identidade cultural brasileira não é única, há sempre algo mais." (extraído do site de Paulinho da Viola)

A Obra de Paulinho da Viola já foi tema de livros, trabalhos acadêmicos, gravações e documentário. Em fase de finalizações, se encontra um Documentário realizado pela VideoFilmes com direção de Isabel Jaguaribe e roteiro de Zuenir Ventura. (Confira mais na página - PAULINHO DA VIOLA - Vídeos e muito mais)

-------x-------

AGENDA CULTURAL DA PERIFERIA

A Ação Educativa é uma organização não governamental sem fins lucrativos que desenvolve a apóia projetos voltados para a educação e juventude, por meio de pesquisas, formação, assessoria e produção de informações. Mantém em sua sede o espaço de Cultura e Mobilização Social, aberto ao público, que promove regularmente atividades de formação, intercâmbio e difusão cultural. Vale a pena acessar : http://www.acaoeducativa.org.br/

Confira As Comunidades de SAMBA divulgadas.
-------x-------

Samba do Sino comemora primeiro ano na noite de 15/12/2009 com história do samba

O Movimento Cultural Samba do Sino comemerou 01 ano de vida no último dia 15/12/2009, e presenteia os moradores da cidade com histórias que contam a evolução do samba no Brasil. A proposta nasceu com a idéia de resgatar esse pedaço da cultura popular. (Vanessa Coelho - Guarulhos Web 15/12/2009)