Samba do Sino

A Roda surge da necessidade em manter acesa a chama da Cultura Popular Brasileira, trazendo a tona histórias que são cantadas através de sambas tradicionais de todo o território nacional, da velha guarda aos novos compositores, pois o Samba Presente Não Esquece o Passado, deixando prevalecer o sotaque do samba paulista, do rural ao urbano. O Sino surge devido à dificuldade em encerrar o Samba às 22h, pois é realizado em bairro residencial. Surge a idéia de se utilizar um sino para indicar o final do samba. Ai começaram a dizer: –“Vamos naquele samba, aquele que o cara toca o Sino...” Assim acaba-se adotando o nome Samba do Sino. Houve a aceitação e respeito geral e assim se conveniou tocar o Sino para começar e para terminar o Samba.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito - MPB Especial

Direção de Roberto Faro.




Programa gravado em meados da década de 70 e dirigido por Fernando Faro, com Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito. O vídeo está dividido em 08 partes, mas vale a pena dar click nos links.

 









Nelson Cavaquinho - Documentário de 1969


“Do pó viestes e para o pó irás”

“Tire seu sorriso do caminho, que eu quero passar com a minha dor…”
O cineasta Leon Hirszman, em 1969, realizou um documentário sobre Nelson Cavaquinho que impressionou bastante pela predominância de “imagem e som”, em detrimento do discurso.

Causou polêmica por mostrar o compositor de maneira crua, sem maquiagem alguma, bêbado, oferecendo cerveja para um garoto. Disseram que era abuso, invasão de privacidade.

Depois da morte de Nelson, em 1986, o filme ficou meio escondido, virou mito. Quando Hirszman se foi, no ano seguinte, desapareceu do circuito.

Alguns anos se passaram até que o projeto de um grupo de abnegados, financiado pela Petrobras, recuperasse a obra do cineasta. Mas a figura heróica de Nelson Cavaquinho, cavaleiro andante da música popular brasileira, emerge agora límpida, digitalizada, graças à internet.




Banda Glória


Formada em 1996, a Banda Glória é composta por músicos que seguem inovando e fazendo um som único e elegante. Eles trazem ao palco arranjos de sambas, chorinhos, xotes, marchinhas, baiões e maxixes. Composições primorosas da música popular brasileira, muitas delas esquecidas no tempo, são recuperadas e apresentadas em uma forma inusitada e vibrante.

O repertório é vasto: mais de uma centena de músicas cuidadosamente selecionadas e arranjadas. Entre elas estão composições de Chico Buarque, Wilson Batista, Noel Rosa, Geraldo Pereira, Tom Jobim, Pixinguinha, Braguinha, Ary Barroso, Assis Valente, Pedro Caetano, Lupicínio Rodrigues, Dorival Caymmi, Paulinho da Viola, Lamartine Babo, Ataulfo Alves, Djavan, Cartola e Gilberto Gil entre outros.

O que:- Banda Glória
Quando:- 30/11/2011
Horário:- 20h
Onde:- Centro Cultural FIESP – Ruth Cardoso
Em:- Av. Paulista, 1313 - Cerqueira César - São Paulo - SP
Contatos: (11) 3146-7405/06
Ingressos:- R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)

Panela do Samba - Sorocaba


Samba Raiz em Sorocaba.

Programa Revista de Sábado da TV TEM ótima matéria sobre o projeto de compositores de samba de raiz de Sorocaba-SP "Panela do Samba" todas as terças feiras a partir das 19h30 no Centro Cultural Quilombinho R: Caramuru, 203 Vila Leão. Você pode assistir o vídeo dando um click no link abaixo.

O que:- Panela do samba – Sorocaba
Quando:- Toda Terça Feira
Horário:- a partir das 19h30
Onde:- Centro Cultural Quilombinho
End:- R Camaru, 203 – Vila Leão - Sorocaba
(proximo ao feirão de carro, onde se faz aulas para a habilitação de moto).

Samba da Vila Ré

Hoje tem Samba da Vila Ré.


O que:- Samba da Vila Ré
Quando:- 30/11/2011
HJorário:- 20h30
Onde:- BAR DO MARIÃO
End:- RUA BALTAZAR BRUM,413 - VILA RÉ - ZONA LESTE – TRAV. DA AV.ITINGUÇÚ
PRÓX. METRÔ PATRIARCA
Entrada:- GRÁTIS

"Casa da Candinha Ruptura e Metamorfose de Casa Grande a Centro de História e Memória das Culturas Negras”.

Lançamento Livro.


“Casa da Candinha Ruptura e Metamorfose – de Casa Grande a Centro de História e Memória das Culturas Negras”.

A presente obra traz em seu conteúdo o resultado da pesquisa inicial sobre a completa mudança de forma, natureza e estrutura pela qual está passando a antiga casa sede da Fazenda Bananal. Inicialmente símbolo de um poder voraz escravocrata, hoje se encontra num período embrionário que produzirá um Centro de História e Memória das Culturas Negras; contempla os agentes sociais que colaboraram para a ruptura de representações escravistas e seus resquícios. Esse período presente, de transição, é parte de um estímulo ao aprofundamento de estudos e ações igualitárias.

Incluí um primeiro ensaio de identificação e historicidade dos autores negros e seus descendentes da história paulista e guarulhense, sem o vício comum de estigmatizá-los como submissos e ideais escravos. Rebeliões dos escravizados, inclusive do índio, foram identificadas, além da consideração de um possível polo de resistência quilombola em Guarulhos.

O que:- Lançamento Livro
Livro:- “Casa da Candinha Ruptura e Metamorfose – de Casa Grande a Centro de História e Memória das Culturas Negras”.
Escritor:- Elmi El Hage Omar.
Quando:- 06/12/2011
Horário:- 19h
Onde:- Paço Municipal BomC lima
End:- Av Bom Clima, 91 – Bom Clima – Guarulhos.   

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Fundo de Quintal no Cacique de Ramos


Reportagem da TV Manchete gravada em 1998

O Grupo Fundo de Quintal agradece em especial ao Cacique de Ramos. Beth Carvalho a grande mardinha. Trouxeram para o Samba o Banjo e o Tan-Tan.

Sambas:

Bar da Esquina (Jorge Aragão e Jotabê)
Samba (Mário Sérgio e Sereno)
Vem Sambar, vem Sambar (Alexandre Silva, Andre Rocha e Moises Santiago)

A Verdadeira História do Samba – Documentário de Janine Houard – 1987


Feeling Productions – T F 1 – PI Production
Avec la participation du CENTRE NATIONAL DE LA CINEMA TOGRAPHIE
           et du
MINISTERE DER AFFAIRES ETRANGERES

Com: Martinho da Vila, Grande Othelo, Joel Rufino dos Santos, Tia Carmen, Pixinguinha, Zé da Velha, Fundo de Quintal, Candeia, Miguelzinho, Angela Maria, Velha Guarda da Portela, Wilson Moreira, Nelson Sargento, Rosinha de Valença e Paulo Moura.

Neste vídeo tem Pixinguinha, Velha Guarda da Portela, Cena de um filme em que grande Otelo leva a letra de uma música para Ângela Maria (Malvadeza de Zé Kéti), preste atenção primeiro quando entra o violão, depois quando Ângela começa a cantar a música, a expressão de Otelo é de arrepiar, coisa de outro mundo. O documentário ainda mostra Candeia falando sobre Partido Alto, tenho a impressão que é no quintal da casa de Manaceia. No morro de Vila Isabel, na Rua Martinho da Vila, sentados em cadeiras, Martinho da Vila, Rosinha de Valença, Paulo Moura e Grande Otelo, é qualquer coisa... Tem a Velha Guarda da Portela cantando, com todos bambas e mais Nelson Sargento e Wilson Moreira.



Festival Tamo Junto

Vai rolar muita arte.


O Que:- Festival Tamo Junto
Vai rolar:- Música, Exposições, Poesia, Teatro
Quando:- 03/12/2011
Horário:- Durante o dia
End:- Calçadão da R D Pedro II – Centro - Guarulhos

O Candeeiro do Samba

No Espaço Cultural Beija Flor.



O Candeeiro do Samba é realizado todo o primeiro sábado do mês, a partir das 14h às 17h30min, em um encontro que reúne sambistas e outros apreciadores do samba de raiz. Tem como Proposta divulgar as composições da velha guarda e difundir suas raízes culturais para as novas gerações. Durante a programação, compositores apresentam ao público suas canções e as histórias que deram origem a esses sambas, sempre acompanhado dos tradicionais caldos, pratos populares saboreados nas melhores rodas de samba do Brasil.

O que:- Candeeiro do Samba
Quando:- 3  de Dezembro 2011
Horário:- das 14h as 17h30
Onde:- ECBF - Espaço Cultural Beija Flor
End:- Estrada Pedreira Alvarenga  n° 2343/9 - Eldorado, Diadema -SP
Fone(11)4049-4440/4047-2231

Onibus

Terminal Diadema
31 ED - Vila Paulina
182- Acampamento dos Engenheiros
Terminal Piraporinha
10 EP -JD Sapopema
www.candeeirodosamba.blogspot.com 

Bandadidois e os Convidados Fixos


No repertório Caetano e Gil. 

A Bandadidois e os Convidados Fixos surgiu a partir da ideia de se fazer música sem particionar e separar de outras artes.Já nos conhecíamos antes, mas surgimos, de fato, com  intuito de tocar no Projeto Língua Cantada. Com o repertório em mãos, resolvemos modificar os arranjos e dar uma cara particular às canções.

Terminada a primeira temporada do Língua Cantada resolvemos continuar tocando e criamos a Bandadidois & os Convidados Fixos.       Apesar de sermos apenas dois, nossa instrumentação é bem variada e não ficamos só na história de 'violãozinho e cajón'... Vamos um pouco além, principalmente quando incorporamos elementos de texto (em verso e prosa), teatro e outras artes que quiserem aparecer...

O que:- Bandadidois
Repertório:- Caetano e Gil
Quando:- 03/12/2011
Horário:- 21h
Ingressos:- R% 5,00
Onde:- Livraria Café e Cultura
End:- Av Dr Renato de Andrade Maia, 765 – Paraventi – Guarulhos
Contato:- 2229-0376

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Caminhada do Samba reúne mais de 300 mil pessoas

Do Campo Grande a Praça Castro Alves, na Capital Baiana.


28/11/2011 as 06:56

 O Dia Nacional do Samba, comemorado no dia 2 de dezembro, foi antecipado na capital baiana com uma caminhada que reuniu nove trios elétricos que desfilaram do Campo Grande à Praça Castro Alves. Uma multidão de apaixonados pelo ritmo compareceu ao Centro da cidade, fazendo uma prévia do Carnaval - que no próximo ano acontece entre os dias 16 e 21 de fevereiro e fará uma homenagem ao escritor baiano Jorge Amado, quando ele completaria 100 anos de vida, com o tema "O País do Carnaval".

A sexta edição da Caminhada do Samba começou às 14h e a Avenida Sete estava completamente tomada pela multidão, mostrando a disposição dos sambistas baianos. O evento reuniu mais de 300 mil pessoas e contou com a participação dos maiores blocos de samba da Bahia - Alvorada (Grupo Bambeia), Alerta Geral (Fora da Mídia), Pagode Total (É o Tchan), Reduto do Samba (banda de mesmo nome), Proibido Proibir (Pagode Versato), Vem Sambar (Movimento), Amor e Paixão (Batifun e Nelson Rufino), Samba Popular (Rito Negão) e Que Felicidade (Filosofia). A festa foi realizada pela União das Entidades de Samba da Bahia (Unesamba) com o apoio da Prefeitura de Salvador. Os blocos fizeram o mesmo percurso do Circuito Osmar (Campo Grande), do Carnaval de Salvador, sem cordas, tocando clássicos de grandes sambistas baianos, como Riachão, Batatinha, Ederaldo Gentil e sambas de todas as épocas.

De acordo com o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Claudio Tinoco, o número expressivo de pessoas demonstra que as raízes do samba estão em Salvador, cuja efervescência artística e cultural encanta turistas de todo o planeta. "E, como nos últimos anos, não poderíamos deixar de apoiar esta grande manifestação popular. Como na Caminhada do Samba, estamos reunindo com todos os órgãos envolvidos para que todas as festas populares ocorram de forma ordenada, alegre e pacífica".

Neste ano, a novidade da festa foi a homenagem a Guilherme Simões, fundador do Alerta Geral (1992) e da Unesamba (2002). As quatro mil camisas disponíveis para a Caminhada do Samba foram trocadas por latas de leite que serão distribuídas a 29 entidades filantrópicas de Salvador. Segundo o presidente da Unesamba e do bloco Alerta Geral, José Luiz Lopes, mais conhecido como Zé Arerê, a Caminhada do Samba, com o apoio da Saltur e devidamente registrada no Calendário de Festas Populares da Cidade, fortalece esta tradição. "Este evento é fruto da união dos sambistas e estamos felizes pelo apoio que estamos tendo. Ainda mais agora, que os blocos de samba terão a oportunidade de participar no Carnaval mais cedo, com a sábia decisão da entrega das chaves ao Rei Momo na Praça Municipal. Esta era uma antiga reivindicação dos sambistas", ressalta Zé Arerê.

Samba da Vela

Encontro de compositores.


A Comunidade Samba da Vela é o encontro de compositores que, sem espaço para divulgar suas composições, fazem dessa reunião um verdadeiro culto ao que há de mais genuíno na cultura brasileira.

A vela funciona como relógio que determina o início e o encerramento da noite de samba. E é no fim da noite que é servido um caldo quente para confraternização da comunidade.
OBJETIVO

Apresentar as obras diretamente ao público, revelando, transformando, refletindo e promovendo o resgate da cidadania, cultura e lazer, incluindo o cidadão no ambiente das artes de um modo geral, revitalizando sua auto-estima através da música, inserindo-o na sociedade brasileira.

CARACTERÍSTICAS

A principal característica da Comunidade Samba da Vela é reunir dezenas de crianças, jovens, adutos e idosos da periferia da cidade para ouvir samba em silêncio, fato inédito no Brasil. Refletindo, transformando e renovando suas ações, o Samba da Vela democratiza o acesso a cultura e através da música revela novos compositores e promove mudanças individuais e coletivas.

Toda segunda feira por tempo indeterminado.
O que:- Samba da Vela
Quando:- 28/11/11
Horário:- 20h30
Onde:- Casa de Cultura de Santo Amaro
End:- Praça Dr. Francisco Ferreira Lopes, 434 - Santo Amaro - São Paulo
Ingressos:-  R$5 (Contribuição Voluntária)
11 5522-8897

Roberta Campos


Roberta Campos: 'Escuta o meu som aí!'
CIRLEY RIBEIRO | 23.05.2010

Foi com esse apelo no MySpace que a cantora e compositora mineira Roberta Campos começou a divulgar suas composições. "Meu público foi formado pela internet", diz a cantora. Roberta disponibilizou todas as faixas do primeiro álbum - Para aquelas perguntas tortas - na página na internet. Lá deixava também as informações da agenda de shows. Roberta Campos chegou a ficar seis horas por dia fazendo esse trabalho de divulgação do disco. Quando assinou o contrato com a Deckdisc para o lançamento do álbum Varrendo a Lua, o processo de divulgação de sua música já estava bastante adiantado.

Mineira de Caetanópolis, radicada em São Paulo, aos poucos ela vem conquistando espaço. Foi com a cara e a coragem que investiu no primeiro CD, totalmente autoral: compôs, produziu, gravou, cantou e tocou. No novo álbum, já com o apoio da gravadora, juntou um time de músicos e contou com a participação especial de Nando Reis na música "De janeiro a janeiro", composição da própria Roberta. "Queria muito uma pessoa para participar e o Nando Reis é um dos compositores que mais admiro. E foi uma supresa, porque ele logo topou o convite, foi super gentil", relata.

O que:- Paula Campos
Quando:- 28/11/11
Horário:- 19h
Onde:- SESC Carmo - Sé - São Paulo
End:- Rua do Carmo, 147
Ingressos:- de R$ 4,00 a R$ 16,00
11 3111-7000

Choronas


Choronas revelam talentos pelo Brasil.

Pioneiras no gênero, se deram conta que O Brasil Toca Choro. Decidiram então, reunir numa única compilação parte das pessoas talentosas que conheceram por suas andanças e seus respectivos materiais musicais produzidos. ”Por todo lugar que passávamos, convidávamos músicos de choros locais. Nos surpreendemos com a qualidade das composições. Descobrimos que o Brasil toca choro, apesar do raro espaço na mídia”, diz a cavaquinista Ana Cláudia César.

A primeira geração de mulheres choronas já tem16 anos.

Fonte:- Jornal O Estado de São Paulo – caderno 2 – D5

Formado por quatro musicistas, o grupo encanta e comove o público tocando ritmos próprios da música brasileira: choro, baião, maxixe e samba. Com Gabriela Machado – flauta transversal, Ana Cláudia César – cavaquinho, Paola Picherzky – violão de 7, Roseli Câmara – percussão.

O que:- Choronas
Quando:- 28/11/11
Onde:- SESC Consolação
End:- Rua Dr. Vila Nova, 245 - Vila Buarque - São Paulo
Ingressos:- Grátis
11 3234-3000

Samba Ouro Verde completa 25 anos de existência


26/11/2011 - Jornal da Tribuna 1ª Edição

A música foi a razão de uma amizade que vem desde a infância, o que começou como passatempo se tornou uma das mais tradicionais rodas de samba da baixada santista, é o Samba Ouro Verde, uma das principais referência da Rua do Samba 9 de Julho no bairro do Marapé está completando 25 anos.

Assista a reportagem da TV Ttribuna:- http://www.tvtribuna.com/videos/?video=12159&idcat=14

sábado, 26 de novembro de 2011

LUIZ MELODIA

Show Música Romance.


Apresentação do show Música Romance, em que Luiz Melodia traz ao público músicas como “Cuidando de Você”, de sua autoria; “Tudo foi Ilusão”, de Anísio Silva, “Nada tenho a perder”, de Roberto Carlos, além de guarânias, baladas jazz, blues e outros ritmos da noite. No show o artista é acompanhado por Renato Piau e Charles Peixoto (violão); e Alessandro Cardozo (cavaquinho). Duração: 90 min. Teatro Paulo Autran. Não é permitida a entrada após o início do espetáculo. Ingressos à venda na rede INGRESSOSESC, a partir de 25/11 às 14h.

O que:- LUIZ MELODIA
Quando:- 02, 03 e 04/12
Horário:- Sexta e sábado, às 21h; Domingo, às 18h.
Onde:- SESC Pinheiros
End:- Rua Paes Leme, 195 - Pinheiros - São Paulo - SP
Ingressos:- de R$ 16,00 a R$ 32,00

BATERIA DA VAI-VAI E PAULINHO MOCIDADE

Homenagem ao Dia Nacional do Samba.



Em homenagem ao Dia Nacional do Samba, a escola de samba Vai-Vai apresenta sucessos antigos de sambas enredos de São Paulo e Rio de Janeiro, contando com alguns de seus ritmistas e passistas, além de um casal de mestre-sala e porta- bandeira. Neste show, conta com a participação de Paulinho Mocidade, intérprete com 25 anos de carreira e várias parcerias musicais com Dona Ivone Lara, Martinho da Vila, Wilson das Neves, Franco, Durval Ferreira e Jurandir Bringela. Com este último, compôs "Se o Caminho é Meu", sucesso na voz de Dona Ivone Lara. Choperia. A Choperia é classificada como casa noturna, em função da venda de bebidas alcoólicas.

O que:- BATERIA DA VAI-VAI E PAULINHO MOCIDADE
Quando:-02/12/2011
Horário:-21h30
Onde:- SESC Pompeia
End:- End:- Rua Clélia, 93 - Pompéia  - São Paulo - SP
Ingressos:- de R$ 6,00 a R$ 16,00

ANTONIO BRUNO ZWARG E GRUPO PEABIRU

Cantos do Litoral.

A bossa nova marcou a história do estado do Rio de Janeiro, mas ao mesmo tempo acontecia um movimento semelhante no litoral de São Paulo. Na década de 60, o músico Antonio Bruno Zwarg e o ambientalista Ernesto Zwarg criaram um imenso repertório exaltando as belezas do litoral e a defesa da natureza. Nesse show o compositor Antonio Bruno canta além do Hino da Cidade de Santos, música de autoria da dupla, canções que passeiam por todo o litoral sul paulista, como “Saudade Peruíbe”, “Praias de Itanhaém”, “Mongaguá” e “O mar de São Vicente”. Antonio Bruno, com seus 88 anos de idade, emociona a plateia pela sua vitalidade e vontade de continuar criando, tocando, vivendo, e conta com a energia dos jovens do Grupo Peabiru que o acompanharão nessa viagem musical. Auditório.


O que:- CANTOS DO LITORAL
Quem:- ANTONIO BRUNO ZWARG E GRUPO PEABIRU
Quando:- 30/11/11
Horário:- 19h
Onde:- SESC Santos  
End:- Rua Conselheiro Ribas, 136 - bairro Aparecida - Santos - SP
Ingressos:- Grátis

SR BRASIL


Comandado por Rolando Boldrin. 

Gravação do programa da TV Cultura, comandado por Rolando Boldrin. Venda de ingressos pela REDE SESC, a partir da quarta-feira anterior à gravação. Teatro.

O que:- Programa Sr Brasil - Gravação
Quando:- 29 e 30/11
Horário:- 19h
Onde:- SESC Pompéia
End:- Rua Clélia, 93 - Pompéia  - São Paulo - SP
Ingressos:- de R$ 6,00 a R$ 12,00

JONATHAN SILVA

Apresenta o Show Benedito.


O compositor e cantor capixaba apresenta o show 'Benedito'. No repertório, congos, cirandas, jongos e ladainhas que conduzem o ouvinte a um clima intimista, que remete a casa de nossos avós e aos aromas da cultura popular. Com Jonathan Silva (Voz e violão), Filpo Ribeiro (rabeca, viola e voz) e Dani Zulu (percussão e voz). Praça de Eventos.

O que:- Show Benedito
Artista:- JONATHAN SILVA
Quando:- 27/11/11
Horário:- 13h30
Onde:- SESC Vila Mariana
End:- Rua Pelotas, 141 - Vila Mariana - São Paulo - SP
Ingressos:- Grátis

FELIZ DAQUELE QUE SABE SOFRER


Homenagem:- Assis Valente e Nelson Cavaquinho.

Com direção musical de Fábio Tagliaferri, apresentação de Luiz Tatit e interpretação de Ná Ozzetti, Arrigo Barnabé e Renato Braz. Show em homenagem ao centenário de nascimento de Assis Valente e Nelson Cavaquinho, compositores que fizeram da dor sambas eternos e souberam como poucos fazer samba a partir da melancolia, das crises pessoais e mazelas do povo, sem deixar de cantar também a alegria e a beleza próprias da identidade brasileira. No repertório, clássicos como “Fez bobagem”,“E o mundo não se acabou” (Assis Valente), “ A flor e o espinho” e “Rugas” (Nelson Cavaquinho). Teatro.


O que:- Feliz daquele que sabe sofrer
Homenagem:- Assis Valente e Nelson Cavaquinho
Artistas:- Luiz Tatit, Ná Ozzetti, Arrigo Barnabé e Renato Braz
Quando:-26/11/2011  as 21h  
Quando:- 27/11/11 as 19hs
Onde:- SESC Pompeia
End:- Rua Clélia, 93 - Pompeia  - São Paulo - SP
Ingressos:- de R$ 5,00 a R$ 20,00




CHORO MOÇO

No Sesc Consolação.



Choro Moço nasceu em 2008 inicialmente para interpretar o riquíssimo repertório existente de compositores como Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth, Pixinguinha, Radamés Gnattali, Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo, Tom Jobim e Guinga. Ao longo do tempo o grupo também passou a tocar músicas inéditas, sendo algumas delas de seus integrantes. Formação: Diego Lisboa (flauta e saxofone), Matheus Motta e Wesley Ferreira (violão de 6 e 7 cordas), Deni Domênico (cavaquinho) e o Lucas Silva (percussão). Convivência.

O que:- Choro Moço
Quando:- 26/11/11
Horário:- 15h
Onde:- Sesc Consolação
End:- rua Dr. Vila Nova, 245 -Vila Buarque - São Paulo - SP
Ingressos:- Grátis

Samba da Laje, Último samba do ano

Vai ser no dia 04/12/2011

O Pessoal lá da Laje mandou avisar que o último Samba do Ano será no dia 04 de dezembro de 2011, e não no último domingo do mês como é de costume.

O que:- Samba da Laje
Evento:- Último samba do ano
Data:- 04/12/2011
Horário:- a partir das 12h
End:- R Jorge Duprat Figueiredo, s/ nº - Vila Sta Catarina – São Paulo

Zé Keti – 90 anos da voz do morro


O Zé Quietinho que virou Zequéti.

A voz do morro é ele mesmo, sim, senhor. Em homenagem aos 90 anos de nascimento do cantor e compositor Zé Keti, falecido em 1999, o Sesc Pinheiros apresenta o musical Zé Keti - 90 anos da voz do morro.

Vários são os sucessos de Zé Keti, como o clássico “A voz do morro”, além de “Máscara negra”, “Malvadeza durão” e “Opinião”. A trajetória do artista é lembrada, reforçando a ligação do samba de morro e das escolas de samba com a Zona Sul, principalmente entre as décadas de 60 e 90. No elenco: Zezé Motta, Jair Rodrigues, Marcos Sacramento, Márcia Castro e Paulo Neto. Os quatro grandes artistas recriam, acompanhados por uma banda de sete músicos, as principais canções de Zé Keti.

Zé Keti nasceu José Flores de Jesus, no Rio de Janeiro, no dia 16 de setembro de 1921. Se fosse vivo, teria completado 90 anos recentemente.

Zequinha vivia observando, quietinho, sempre quietinho, pelos cantos. Então, o povo começou a chamá-lo de Zé Quietinho, que virou Zequéti, e como é muito chique ter a letra K no nome, ele acabou assinando, mais tarde, como Zé Kéti.

O Que:- Zé Keti – 90 anos da voz do morro
Quando:- 26/11/2011
Horário:- 21h
Ingressos:- de R4 6,00 a R$ 24,00
Onde:- SESC Pinheiros
End:- Rua Paes Leme, 195  - Pinheiros - São Paulo
11 3095-9400

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Morre Toniquinho Batuqueiro, o sotaque caipira do samba de SP


Aos 81 anos, Antonio Messias de Campos morreu vítima de um AVC em Osasco.

24/11/2011 - 20:28
EPTV.com - Leandro Filippi

Morreu nesta quarta-feira (23) vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC) Antonio Messias de Campos, o Toniquinho Batuqueiro. Natural de Piracicaba, Batuqueiro foi enterrado nesta quinta-feira às 10h30 no Cemitério Santo Antônio, em Osasco. Ele estava com 81 anos e deixa cinco filhos e cinco netos. A morte foi confirmada pelo produtor musical Renato Dias, que trabalhou com o sambista no disco "Memória do Samba Paulista de Toniquinho Batuqueiro", de 2009.

Batuqueiro é um dos protagonistas da evolução da história do samba de São Paulo contribuiu para a formação de diversas escolas. Pelo menos três sambas enredos de sua autoria foram para a avenida no Grupo Especial do Carnaval paulistano. Dois pela Vila Maria e um pela Rosas de Ouro. O primeiro em 1972 pela Rosas, "Brasil de ontem, Brasil de hoje”. Ele passou pela Vila Maria, Império do Cambuci, Rosas de Ouro e Unidos do Peruche, agremiação que participou da fundação.

Gravações
Sua primeira gravação foi ao lado do amigo Plínio Marcos, no disco "Plínio Marcos em prosa e samba, nas quebradas do mundaréu", lançada em 1974. “Ele representa o sotaque caipira do samba. É a encarnação do samba paulista”, diz Dias, que convivia com Batuqueiro há oito anos e destaca seu trabalho pela originalidade de “não imitar o jeito carioca de cantar”. Batuqueiro compôs mais de 60 sambas.

Homenagem
No Carnaval de 2012, o Cordão Grêmio Recreativo de Resistência Cultural Kolombolo irá homenagear Batuqueiro em um desfile nas ruas da Vila Madalena, em São Paulo. Segundo Dias, fundador da agremiação, o tema "Toniquinho Batuqueiro - O Sotaque da Bantologia Caipira no primeiro decanato do galo rubro-negro” já seria levado às ruas antes da morte do sambista. “É uma pena não fazer um desfile com a presença dele, mas terá uma emoção a mais”, comenta.

Em 2010 a Filó Comunicação Educação e Arte em uma parceria com o historiador Pablo Delvage Carajol e com apoio do SESC Piracicaba e do Centro de Documentação, Cultura e Política Negra de Piracicaba gravou um mini documentário em que Batuqueiro fala da sua relação com a cidade.

Há dez anos Batuqueiro estava com glaucoma. Sua esposa faleceu em fevereiro de 2011, também vítima de um AVC.


Projeto Um Pouquinho de Brasil

Com o Grupo Caravançará.



Terceira edição, o homenageado será Paulinho da Viola e os artistas convidados são Renato Delgado e Edson Teles.

O que:- Um Pouquinho de Brasil
Homenageado:- Paulinho da Viola
Com:- Grupo Caravançará
Convidados:- Edson Teles e Renato Delgado
Quando:- 28/11/11
Horário:- 19h30
Onde:- Empório Music
End:- Av.Avelino Alves Machado,324 - Paraventi - Guarulhos
Entrada:- Franca
Informações:-  11  9455-2547

JARDIM DAS FOLHAS SAGRADAS


Um filme de Póla Ribeiro.

Estréia dia 25/11/2011 nos cinemas.


Jardim das Folhas Sagradas é um longa de ficção construído a partir de Bonfim, um bancário bem sucedido, negro e bissexual, casado com uma mulher branca e de crença evangélica. Ele vive na Salvador contemporânea e recebe a incumbência de montar um terreiro de candomblé no espaço urbano. Para isto, enfrentará a especulação imobiliária numa cidade de crescimento vertiginoso, o preconceito racial e a intolerância religiosa. Este homem, embora questione a tradição da própria religião, tem a missão de montar um ambiente sagrado e de respeito à natureza, superando as contradições e conflitos trazidos pela modernidade.

Um filme sobre a espiritualidade, ecologia e conflitos do cotidiano urbano. Jardim das Folhas Sagradas oferece o debate sobre bissexualidade, intolerância religiosa e preconceitos étnicos, ao mesmo tempo em que expõe nuances do Candomblé e discute a degradação das áreas verdes nas cidades vitimadas pela especulação imobiliária.

É o resultado de um amplo projeto de pesquisa a respeito da religião afro-brasileira. Parte de um conceito analítico, até crítico sobre o Candomblé, e revela  detalhes de uma crença pouco conhecida além dos círculos da sua existência. É nítida a espiritualidade dos personagens enquanto vivem dramas cotidianos.

Aborda assuntos expostos desde em O Amuleto de Ogum e Tenda dos Milagres(ambos de Nelson Pereira dos Santos) ao filme Barravento, de Glauber Rocha.

Segundo Pola Ribeiro, uma das metas do filme é trabalhar acerca do mistério que envolve a cidade de Salvador e o Recôncavo baiano, falar da cultura da sua gente negra que, infelizmente, sempre foi vista e tratada com superficialidade. “Cada gesto, cada som, cada traje, comida, conceito e religião. A convivência com um mundo que se protegia nos seus fundamentos e que era ao mesmo.

Mart’Nália

No Sesc Santo Amaro.


“Mart’nália é invenção minha.É uma mistura de Martinho, eu, com Anália sua mãe que já viajou para um lugar melhor, creio.

Tinália, a Tina, a Martina, a Carvu, parece ser despojada, mas é valiosa; dá a impressão de ser uma pessoa desligada, mas está sintonizada em tudo que acontece, principalmente no mundo da música e como todos os grandes artistas, é sonhadora.

A “Sonora Mart’nália”, como algumas pessoas se referem a ela, é musicista, cantora e compositora e está entre as artistas mais completas que eu conheço”. (Martinho da Vila)

O Que:- Mart’Nália
Data:- 25/11/2011
Horário:- 21h
Onde:- SESC Santo Amaro
End:- Rua Amador Bueno, 505 - Santo Amaro - São Paulo
Ingressos:- de R$ 6,00 a R$ 24,00
11 5541-4000

"Misturadas às influências da MPB, a cantora, compositora e instrumentista apresenta canções africanas e brasileiras acompanhada por Alfredo Doca Machado (violão), Pedro Moraez (baixo), Thiago Da Serrinha (cavaco, bandolim, percussão e vocal), Macaco Branco (percussão), Menino Brito (percussão), Júnior Crispin (percussão e vocal), Analimar Ventapane (percussão e vocal) e Dandara Black (vocal)".

Casuarina

No Estúdio Emme.



O Casuarina é um grupo de jovens do Rio de Janeiro que tem literalmente o samba correndo nas veias. Apesar da idade, são músicos excelentes com grande bagagem cultural e donos de um bom gosto que o projetaram na cena carioca, nacional e internacional. Confira

22h30 | R$ 50
O que:- Casuarina
Quando:- 25/11/2011
Onde:- Estúdio Emme
Rua Pedroso de Morais, 1.036 -Pinheiros - São Paulo
11 3031-3290

Domingueira Cecap


Convidado Canto Pra Velha Guarda.

O que:- Domingueira do Cecap
Convidado:- Canto pra Velha Guarda
Quando:- 27/11/2011
Horário:- 18h
Onde:- Clube Cecap
End:- Av Monteiro Lobato, 3415 – Guarulhos
Entrada:- Franca.

Mulher que comparecer neste domingo ganha convite VIP para o Show do royce do Cavaco e Bateria da escola de samba Gaviões da Fiel.

Informações prestadas pelo promotor do evento.

Mauro Diniz e Pedrinho Flor

No Encontro de Amigos Maria Zélia.


O que:- Encontro de Amigos Maria Zélia
Convidado:- Mauro Diniz e Pedrinho da Flor
Quando:- 18/12/2011
Horário:- A partir das 15 h
Ingressos:- Homem R$15,00 - Mulher R$ 8,00
End:- Rua José Pinheiro Bezerra, s/nº - Ponte V Maria – São Paulo
Informações:- 11 9202-6220  11  7741-1643

Karnak – Estamos adorando Tokio

No Sesc Belenzinho.


Banda formada em 1992 pelo multiinstrumentista André Abujamra depois de uma viagem ao Egito, conta ainda com Eduardo Cabello (guitarra), Hugo Hori (backing vocal, sax), Kuki Stolarski (bateria), Marcos Bowie (backing vocal) e Serginho Bartolo (baixo).

Com apresentações performáticas recheadas de bom humor, o Karnak faz um som pop misturado a diversas influências. O primeiro disco, "Karnak", foi lançado em 1995. Dois anos depois, dois lançamentos: "Universo Umbigo" e "Original", este último voltado para o mercado europeu, com faixas remixadas dos dois primeiros discos.

Em 2000 lançam seu álbum "Estamos Adorando Tokio" pela NetRecords, apostando em vendas pela Internet e nas bancas de jornal.

Fonte:- cliquemusic.uol.com.br/artistas/ver/karnak

O que:- Karnak
Show:- Estamos adorando Tókio
Data:- 25/11/2011
Horário:- 21h30
Onde:- SESC Belenzinho
End:- Rua Padre Adelino, 1.000
Belenzinho - São Paulo
Ingressos:- R$ 6,00 a R$ 24,00

 Curiosidade.

O Templo de Karnak tem este nome devido a uma aldeia vizinha chamada El-Karnak, mas no tempo dos grandes faraós esta aldeia era conhecida como Ipet-sut ("o melhor de todos os lugares").

Designa o templo principal destinado ao Deus Amon-Rá, como também tudo o que permanece do enorme complexo de santuários e outros edifícios, resultado de mais de dois mil anos de construções e acrescentos.

Fonte:- wikipédia

Samba do Sino na Rua do Samba Paulista

Vai ter muito Samba em Sampa.

O Samba do Sino estará se apresentando na Rua do Samba Paulista neste dia 26/11/2011, o evento comemora o aniversário de 09 anos do Projeto. Venha você também sambar com a gente.

O que:- Projeto Rua do Samba Paulista
Aniversário:- Projeto comemora 9 anos em São Paulo
Quando:- 26/11/2011
Horário:- 15h as 21 h
Onde:- Boulevard São João, ao lado prédio Correios
Organização Evento:- Projeto Cultural Samba Autêntico
Convidados:- Samba de Bumbo de Pirapora, Projeto Cultural e Social Comunidade Samba Jorge, Comunidade Samba da Alegria, Comunidade Canto pra Velha Guarda de Guarulhos, Projeto Samba da Tenda, Comunidade do Samba do Cafofo, Comunidade Pagode do Sobrado, Movimento Cultural Samba do Sino, Sociedade Cultural União Samba Clube e Quilombhoje Literatura.

Rua do Samba Paulista comemora nove anos em São Paulo


São Paulo

No mês da Consciência Negra, o Projeto Rua do Samba Paulista comemora seu 9º aniversário com uma festa especial. Neste sábado (26), a partir das 15h, sambistas e convidados de dez comunidades de samba autêntico, da capital e do interior, se revezam no palco do centro velho da cidade para cantar e partilhar o verdadeiro samba de São Paulo.

A roda de samba tradicional acontece no Boulevard da Avenida São João. No palco, juntam-se as velhas e novas guardas das escolas de samba, blocos e os sambas de comunidade, que resistem nos bairros de São Paulo.

São esperados os compositores e músicos do Samba de Bumbo de Pirapora, Projeto Cultural e Social Comunidade Samba Jorge, Comunidade Samba da Alegria, Comunidade Canto pra Velha Guarda de Guarulhos, Projeto Samba da Tenda, Comunidade do Samba do Cafofo, Comunidade Pagode do Sobrado, Movimento Cultural Samba do Sino, Sociedade Cultural União Samba Clube e Quilombhoje Literatura.

Desde 2002, o projeto Rua do Samba Paulista é realizado todo último sábado do mês e reúne em média cinco mil pessoas por edição. O evento, organizado pelo Projeto Cultural Samba Autêntico, reedita as tradicionais rodas de samba paulista, que recebem convidados para tocar e cantar. Além de espaço de lazer e de diversão para a população da cidade, o projeto presta homenagem aos sambistas de São Paulo e aos movimentos culturais de resistência afrodescendente.

O projeto é coordenado pelo antropólogo Edson Roberto de Jesus, o agente cultural Roberto de Oliveira e os músicos e pesquisadores de samba Paulo Roberto Matheus (Mestre Paulo) e Tadeu Augusto Matheus (T-Kaçula). A partir de novembro de 2011, recebe o apoio da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo e da SPTuris. Tem o apoio a revista 5º Espaço, Instituto Diversidade Cultural Igbadu-Indici, BlackTime, Sub-Prefeitura da Sé e Prefeitura do Município de São Paulo.

Serviço:
Projeto Rua do Samba Paulista - Boulevard São João, ao lado do prédio dos Correios, próximo à estação Anhangabaú do metrô - Dia 26 de novembro, das 15h às 21h.

O que:- Projeto Rua do Samba Paulista
Aniversário:- Projeto comemora 9 anos em São Paulo
Quando:- 26/11/2011
Horário:- 15h as 21 h
Onde:- Boulevard São João, ao lado prédio Correios
Organização Evento:- Projeto Cultural Samba Autêntico
Convidados:- Samba de Bumbo de Pirapora, Projeto Cultural e Social Comunidade Samba Jorge, Comunidade Samba da Alegria, Comunidade Canto pra Velha Guarda de Guarulhos, Projeto Samba da Tenda, Comunidade do Samba do Cafofo, Comunidade Pagode do Sobrado, Movimento Cultural Samba do Sino, Sociedade Cultural União Samba Clube e Quilombhoje Literatura.




quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Samba da Paz



O que:- Samba da Paz
Dia:- 27/11/2011
End:- Av. Antonelo da Messina, s/nº - Altura do nº 1400, ao lado da Padaria - Vila Zilda Horário:- Das 11hs às 18hs

Samba Bom Ambiente



O que:- Samba Bom Ambiente
Dia:- 27/11/2011
Onde:- Espaço Candelabro - Av. Brasil, 135 - Suzano
Horário:- Das 15hs às 21hs

Samba de Primeira



O que:- Samba de Primeira
Dia:- 27/11/2011
End:-  Rua Clementino do Sul, s/n° (Antiga rua 01)  - Vila Zatt - Pirituba
Horário:- Das 10hs às 21hs

Samba da Laje



O que:- Samba da Laje
Dia:- 27/11/2011
End:- Rua Jadi, 79 - Vila Santa Catarina
Horário:- Das 13hs às 21hs

Pagode da 27



O que:- Pagode da 27
Dia:- 27/11/2011
End:- Rua Manoel Guilherme dos Reis, s/nº
Horário:- Das 17hs30 às 21hs30)

Samba da Vila Fundão



O que:- Samba da Vila Fundão
Dia:- 27/11/2011
Horário:- A partir das 17hs
End:- Rua Gerson Marques da Silva, s/n° 

Samba da Olaria



O Que:- Samba da Olaria
Dia:- 26/11/2011
End:- Rua Gaspar Barreto, 387
Horário:- A partir das 18hs

Samba do Morro - Vila Progresso



O que:- Samba do Morro
Onde:- Vila Progresso
Dia:- 26/11/2011
Horário:- A partir das 12hs

Encontro de Compositores



O que:- Encontro de Compositores
Dia:- 26/11/2011
Onde:- Bar do Grilo
End:- Rua Porto das Flores - Penha
Horário:- A partir das 16hs

Comunidade Maria Cursi



O que:- Comunidade Maria Cursi
Dia:- 26/11/2011
Hor:- A partir das 20hs
End:- Av. Maria Cursi, 799 - São Mateus

Samba da Quinta



O que:- Samba da Quinta
Dia:- 24/11/2011
End:- Rua Bartolomeu dos Santos, 797 - Chácara Santana
Horário:- Das 17hs às 22hs

Terreiro de Compositores



O Que:- Terreiro de Compositores
Dia:- 24/11/2011
Onde:- Quadra da Unidos de São Lucas
End:- Rua Carminha, 264
Horário:- A partir das 20hs

SAMBA DO SINO - Quinta 20h

Tem Samba Raiz.

O que:- Samba do Sino
Quando:- Quinta 24/11/2011
Onde:- Restaurante III Milênio
End:- Rua Luiz Faccini, 528 - Guarulhos


Como Chegar: Em Guarulhos, Av. Tiradentes até a Universidade de Guarulhos (UNG), passando o prédio da UNG primeira a direita (ladeira), siga pela R Nilo Peçanha, coninue pela R Sete de Setembro, cruze a R João Gonçalves e entre na Rua Luiz Faccini.

TERREIRO DE MAUÁ

1° Encontro de Formação Bloco "pega o lenço e vai".

No próximo domingo, 27/11/2011 ás 15h estaremos realizando o nosso 1° Encontro de Formação do Bloco "pega o lenço e vai", fortalecendo a lei 10.639/03 em compromisso com verdadeira história do Brasil.

Nosso desfile do proxímo carnaval apresentará a história da "Revolta dos Malês".

Estaremos recebendo o coletivo "Posse Hausas" que estará apresentando a todos nos o tema: "A revolta dos Malês". Contaremos com a mediação do Professor e Cientista SocialFelipe Choco, do Grupo de Estudos e Pesquisas "Kilombagem".

No espaço apresentaremos a Exposição: REVOLTA DOS MALÊS.

Local: Centro Cultural Dona Leonor
End: Rua San Juan, 121 Pq. das Américas - Mauá - SP
Horário: 15h
Data: 27/11/2011

Apoio: Centro Cultural Dona Leonor/ Posse Hausas/ Forum de Hip Hop de São Bernardo/ Grupo de Estudos e Pesquisas Kilombagem.

Danilão
Projeto Samba de Terreiro de Mauá
Tel: 4543-3182/ 7478-6343 (vivo)
terreirodemaua@hotmail.com 

PROGRAMA É BATUCADA


Um Programa feito para todos que se interessam em saber cada vez mais sobre o samba!

Entrevistas com Mestre Delegado da Mangueira, Professor Valmir Araújo (sobrinho-neto de Geraldo Pereira), Tuco Pelegrino, Tia Cida (filha do cantor e compositor Black Out), Waldir 59, etc.

acesse:- 

Tia Ciata - "A Mãe do Samba"

"TIA CIATA", MÃE DO SAMBA...

" O samba é o mais belo documento da vida e da alma do povo brasileiro". (Rosane Volpatto-extraído do Texto SAMBA, SABOR DO BRASIL) Um grande abraço ao nosso patrono PAULINHO DA VIOLA. (Veja mais na página História do Samba)
-------x-------

Pelo Fim da Ordem dos Músicos do Brasil !

Abaixo-Assinado Eletrônico pelo direito ao livre exercício da profissão de músico:

Participe você também, leia matérias neste blog.

Para assinar eletrônicamente:

http://www.carlosgiannazi.com.br/fale_conosco/abaixo-assinado-omb.htm

Paulinho da Viola- Entrevistado pelo programa Memória do Rádio

PAULINHO DA VIOLA - O Nosso Patrono

O Verso "Quando penso no futuro não esqueço meu passado" é creditado por Paulinho da Viola, em "Meu tempo é hoje", como sintese de sua obra, de sua vida. Recolhido de sua "Dança da Solidão"(72). (Pedro Alexandre Sanches - Folh aOn Line - 11/04/2003)

"Eu não costumo brigar com o tempo" afirma Paulinho da Viola (em 09/12/2004 - Folha On line)

"A música de Paulinho da Viola representa um universo particular dentro da cultura brasileira. Experimentá-la é reconhecer que a identidade cultural brasileira não é única, há sempre algo mais." (extraído do site de Paulinho da Viola)

A Obra de Paulinho da Viola já foi tema de livros, trabalhos acadêmicos, gravações e documentário. Em fase de finalizações, se encontra um Documentário realizado pela VideoFilmes com direção de Isabel Jaguaribe e roteiro de Zuenir Ventura. (Confira mais na página - PAULINHO DA VIOLA - Vídeos e muito mais)

-------x-------

AGENDA CULTURAL DA PERIFERIA

A Ação Educativa é uma organização não governamental sem fins lucrativos que desenvolve a apóia projetos voltados para a educação e juventude, por meio de pesquisas, formação, assessoria e produção de informações. Mantém em sua sede o espaço de Cultura e Mobilização Social, aberto ao público, que promove regularmente atividades de formação, intercâmbio e difusão cultural. Vale a pena acessar : http://www.acaoeducativa.org.br/

Confira As Comunidades de SAMBA divulgadas.
-------x-------

Samba do Sino comemora primeiro ano na noite de 15/12/2009 com história do samba

O Movimento Cultural Samba do Sino comemerou 01 ano de vida no último dia 15/12/2009, e presenteia os moradores da cidade com histórias que contam a evolução do samba no Brasil. A proposta nasceu com a idéia de resgatar esse pedaço da cultura popular. (Vanessa Coelho - Guarulhos Web 15/12/2009)