Samba do Sino

A Roda surge da necessidade em manter acesa a chama da Cultura Popular Brasileira, trazendo a tona histórias que são cantadas através de sambas tradicionais de todo o território nacional, da velha guarda aos novos compositores, pois o Samba Presente Não Esquece o Passado, deixando prevalecer o sotaque do samba paulista, do rural ao urbano. O Sino surge devido à dificuldade em encerrar o Samba às 22h, pois é realizado em bairro residencial. Surge a idéia de se utilizar um sino para indicar o final do samba. Ai começaram a dizer: –“Vamos naquele samba, aquele que o cara toca o Sino...” Assim acaba-se adotando o nome Samba do Sino. Houve a aceitação e respeito geral e assim se conveniou tocar o Sino para começar e para terminar o Samba.

quinta-feira, 22 de março de 2012

Aniversário do Ary - Rádio Alambique


SALVE GERAL

Amigos de todas As Távolas, de todos os Butecos e de Todos Alambiques, quero agradecer incondicionalmente a todos vcs que me emocionaram com as manifestações de carinho pela passagem de meu aniversário e já antecipo aqui o convite para dia 24 no Buteco do Neno aqui no Belem (Rua Pimenta Bueno esquina com R.Conselheiro Cotegipe ) a partir das 13hs. Muito Samba e cerveja gelada.

Obrigado pessoal. A Vida sem vcs seria uma merda.

Por Julio Cesar de Barros
Ary Marcos Pero Gonçalves da Motta é um brasileiro de 55 anos,  aposentado, avô do Breno Ivo e da Julia, “profundos conhecedores de Cartola”, músico diletante e amante do samba e do choro. Ele toca flauta e mantém na internet o site Samba de Alambique (www.sambadealambique.com.br/), onde uma rádio virtual toca a boa música brasileira de todos os tempos, 24 horas por dia.  Além disso, ele faz transmissão de shows ao vivo e  implementa um projeto cultural, sobre o qual falou ao Passarela.

 Ary, o que é a Rádio Alambique?
A rádio era um sonho de criança, criança que ficava encantada com as coisas que o pai ouvia na vitrola ou na Radiola RCA e se imaginava no lugar do Almirante transmitindo aquelas maravilhas. Cresci com este sonho se desfazendo face a impossibilidade de ter uma rádio.

 Como você viabilizou esse sonho?
Já  adulto e frequentador da noite como músico diletante (flautista) e dono de uma coleção razoável de discos, hoje todos “devidamente” transformados em MP3, vi o sonho voltar com o advento da internet.

 Além do site Samba de Alambique e de tocar flauta, o que mais você faz?
Hoje sou aposentado e amadoristicamente (por enquanto) exerço a função de produtor musical, pesquisador, entusiasta e soldado do Samba e do Choro. Depois da rádio comecei a ter outros sonhos e devaneios que desembocaram num projeto, o Projeto Samba de Alambique, pela Preservação e Disseminação do Samba e do Choro e todas as manifestações que orbitam em torno deles. Estou em contato com uma grande empresa buscando apoio cultural. O Projeto é ambicioso, além da Radio, teremos Teatro, Oficinas Culturais, Luthieria, além das produções musicais, que hoje faço, meio que precariamente.

Qual é o acervo da rádio?
A rádio conta hoje com algo em torno de 13.000 sambas e choros de todas as épocas. Gravações em 78 rpm, LPs, compactos, CDs e arquivos em MP3, e muita coisa de sebo e de amigos que têm sites maravilhosos para isso.

 Qual o perfil do repertório?
Minha admiração vai de Anacleto de Medeiros, Sinhô, Patápio Silva, passando por todos os da mesma estirpe, até os nossos dias. Lá no site tem um espaço chamado Caverna dos Tonéis com o elenco da rádio. Todos são artistas admiráveis pelos quais nutro um respeito abissal.

 Como é elaborada a pauta da programação?
Procuro estipular as programações sempre voltadas às datas de nascimento ou de desaparecimento dos artistas. Hoje (19 de agosto), por exemplo, estou rendendo homenagem a Aracy de Almeida e Francisco Alves, por suas datas de nascimento, e a Zeca da Casa Verde, pela data de partida

O que:- Aniversário do Ary – Rádio Alambique
Quando:- 24/03/2012
Horário:- 13h
Onde:- Buteco do Neno
End:- R Conselheiro Cotegipe – Belém – São Paulo

Tia Ciata - "A Mãe do Samba"

"TIA CIATA", MÃE DO SAMBA...

" O samba é o mais belo documento da vida e da alma do povo brasileiro". (Rosane Volpatto-extraído do Texto SAMBA, SABOR DO BRASIL) Um grande abraço ao nosso patrono PAULINHO DA VIOLA. (Veja mais na página História do Samba)
-------x-------

Pelo Fim da Ordem dos Músicos do Brasil !

Abaixo-Assinado Eletrônico pelo direito ao livre exercício da profissão de músico:

Participe você também, leia matérias neste blog.

Para assinar eletrônicamente:

http://www.carlosgiannazi.com.br/fale_conosco/abaixo-assinado-omb.htm

Paulinho da Viola- Entrevistado pelo programa Memória do Rádio

PAULINHO DA VIOLA - O Nosso Patrono

O Verso "Quando penso no futuro não esqueço meu passado" é creditado por Paulinho da Viola, em "Meu tempo é hoje", como sintese de sua obra, de sua vida. Recolhido de sua "Dança da Solidão"(72). (Pedro Alexandre Sanches - Folh aOn Line - 11/04/2003)

"Eu não costumo brigar com o tempo" afirma Paulinho da Viola (em 09/12/2004 - Folha On line)

"A música de Paulinho da Viola representa um universo particular dentro da cultura brasileira. Experimentá-la é reconhecer que a identidade cultural brasileira não é única, há sempre algo mais." (extraído do site de Paulinho da Viola)

A Obra de Paulinho da Viola já foi tema de livros, trabalhos acadêmicos, gravações e documentário. Em fase de finalizações, se encontra um Documentário realizado pela VideoFilmes com direção de Isabel Jaguaribe e roteiro de Zuenir Ventura. (Confira mais na página - PAULINHO DA VIOLA - Vídeos e muito mais)

-------x-------

AGENDA CULTURAL DA PERIFERIA

A Ação Educativa é uma organização não governamental sem fins lucrativos que desenvolve a apóia projetos voltados para a educação e juventude, por meio de pesquisas, formação, assessoria e produção de informações. Mantém em sua sede o espaço de Cultura e Mobilização Social, aberto ao público, que promove regularmente atividades de formação, intercâmbio e difusão cultural. Vale a pena acessar : http://www.acaoeducativa.org.br/

Confira As Comunidades de SAMBA divulgadas.
-------x-------

Samba do Sino comemora primeiro ano na noite de 15/12/2009 com história do samba

O Movimento Cultural Samba do Sino comemerou 01 ano de vida no último dia 15/12/2009, e presenteia os moradores da cidade com histórias que contam a evolução do samba no Brasil. A proposta nasceu com a idéia de resgatar esse pedaço da cultura popular. (Vanessa Coelho - Guarulhos Web 15/12/2009)