Samba do Sino

A Roda surge da necessidade em manter acesa a chama da Cultura Popular Brasileira, trazendo a tona histórias que são cantadas através de sambas tradicionais de todo o território nacional, da velha guarda aos novos compositores, pois o Samba Presente Não Esquece o Passado, deixando prevalecer o sotaque do samba paulista, do rural ao urbano. O Sino surge devido à dificuldade em encerrar o Samba às 22h, pois é realizado em bairro residencial. Surge a idéia de se utilizar um sino para indicar o final do samba. Ai começaram a dizer: –“Vamos naquele samba, aquele que o cara toca o Sino...” Assim acaba-se adotando o nome Samba do Sino. Houve a aceitação e respeito geral e assim se conveniou tocar o Sino para começar e para terminar o Samba.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Carnaval de São Paulo 2013 Águia de Ouro


Águia de Ouro
Primeira noite: dia 8 de fevereiro de 2013 (sexta-feira)
Local: Sambódromo – Grupo Especial ANHEMBI
Horário:- 05h55
* Os horários são previsões da Liga das Escolas de Samba de SP e podem sofrer alterações dependendo da duração de cada desfile

7- Águia de Ouro
Samba-Enredo: “Minha missão. O canto do povo. João Nogueira”

A Águia de Ouro, última escola a passar pelo Anhembi na primeira noite de desfiles do carnaval de São Paulo, promete levar para a avenida uma homenagem emocionante a João Nogueira. Em um abre-alas de quase 50 metros, arautos deverão anunciar a "materialização do sambista no sambódromo", segundo o carnavalesco Claudio Cavalcante, o Cebola.

“Teremos anjos anunciando a chegada de João, já no plano espiritual, para se materializar na avenida. Será um desfile emocionante”, disse, em entrevista ao G1. Para contar a história do sambista, a escola contará com 3,2 mil integrantes, divididos em 26 alas. A agremiação leva também para o Sambódromo cinco carros alegóricos.

Já na comissão de frente, a Águia promete novidades, mas guarda segredo. O carnavalesco adianta apenas que os integrantes deverão participar do anúncio de João Nogueira e preparar o público para conhecer a biografia e a discografia do sambista, no enredo “Minha missão. O canto do Povo. João Nogueira”.

Cebola foi o responsável pelo carnaval da Águia de 2003 a 2005. Depois, passou alguns anos na Mancha Verde e na Mocidade Independente de Padre Miguel, no Rio, e retornou à Águia de Ouro em 2011. Carioca, ele está morando no barracão da escola para dar conta de terminar as esculturas, alegorias e fantasias e garante que a produção está dentro do cronograma estabelecido no início dos preparativos.

Samba e religiosidade
Depois do anúncio da chegada de João Nogueira ao Anhembi, no abre-alas, a escola terá outras quatro alegorias para contar a vida e a carreira do poeta e compositor. O segundo carro da agremiação, segundo Cebola, será um grande boteco, lembrando o bloco Clube do Samba, que Nogueira ajudou a fundar. Grandes sambistas também deverão ser representados na alegoria.

No terceiro carro, a religiosidade de Nogueira ganha destaque, com espaço para uma grande escultura de São Jorge, santo do qual era devoto. A escola de samba do coração de Nogueira, a Portela, estará representada no quarto carro da escola. Para a alegoria, foram convidados membros da velha-guarda da agremiação do Rio de Janeiro, mas sua presença ainda não está confirmada, segundo Cebola.

No último carro, a escola espera contar com a presença de Diogo Nogueira, filho do sambista, em uma alegoria completamente espelhada. “É uma homenagem à canção do João Nogueira, com o refrão ‘o meu maior medo é o espelho se quebrar’, e teremos uma figura gigante do sambista. É como se ele passasse o cajado para o filho Diogo”. A letra do samba citado por Cebola fala da relação de pai e filho e do legado deixado após a morte.

À frente da bateria, Mestre Juca comanda 260 ritmistas, que virão caracterizados de malandros. A rainha Milena Nogueira e a madrinha Cinthia Santos, segundo o carnavalesco, terão trajes que irão remeter à simplicidade do poeta, “como guardiãs desse espetáculo”.

Sem a promessa de muitos famosos, Cebola acredita “que a grande estrela do desfile será o próprio João Nogueira”, representado pelo filho e por sua história. “A grande surpresa deste ano está no conjunto da obra. Cada pedaço do desfile vai lembrar João Nogueira”, afirmou.

O samba será interpretado na avenida por Serginho Porto. O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira é formado por David Sabiá e Ana Paula.

Enredo: Minha missão. O canto do Povo. João Nogueira.

Deixa a luz do amanhecer iluminar a avenida
Vem recordar a missão de um poeta
E exaltar as belezas da vida
Renasce João sobre o poder da criação
ê vida boa...no Méier labareda no olhar
ê vida a toa...bohêmio a luz do luar
ê vida voa...o Clube do Samba desperta saudade
Vem brindar... festejar no Boteco do Arlindo
Mais um show do Flamengo, domingo
Um Rio de felicidade

Bole que bole ao som dos tantãns
Me leva na fé, São Jorge guerreiro
Quebra no balacochê do cavaco
Clareia meus passos, São Sebastião
Aplausos para um gênio brasileiro
Águia de Ouro é samba, amor, é tradição

Vem, vem poeta nos braços da paz
Ver a Portela de tempos atrás
Realizar o seu sonho de bamba
Compor mais um lindo samba
Canta sabiá, vai resplandecer
A nação Xingu não vai se render
Quem viveu de amor nunca vai morrer
Hoje o espelho é você

E o meu medo maior é o espelho se quebrar...
E o meu medo maior...

João, teu nome é história
O Canto do Povo te faz imortal
Ninguém faz samba só porque prefere
É Nó na Madeira o meu carnaval

Assista vídeo:

Tia Ciata - "A Mãe do Samba"

"TIA CIATA", MÃE DO SAMBA...

" O samba é o mais belo documento da vida e da alma do povo brasileiro". (Rosane Volpatto-extraído do Texto SAMBA, SABOR DO BRASIL) Um grande abraço ao nosso patrono PAULINHO DA VIOLA. (Veja mais na página História do Samba)
-------x-------

Pelo Fim da Ordem dos Músicos do Brasil !

Abaixo-Assinado Eletrônico pelo direito ao livre exercício da profissão de músico:

Participe você também, leia matérias neste blog.

Para assinar eletrônicamente:

http://www.carlosgiannazi.com.br/fale_conosco/abaixo-assinado-omb.htm

Paulinho da Viola- Entrevistado pelo programa Memória do Rádio

PAULINHO DA VIOLA - O Nosso Patrono

O Verso "Quando penso no futuro não esqueço meu passado" é creditado por Paulinho da Viola, em "Meu tempo é hoje", como sintese de sua obra, de sua vida. Recolhido de sua "Dança da Solidão"(72). (Pedro Alexandre Sanches - Folh aOn Line - 11/04/2003)

"Eu não costumo brigar com o tempo" afirma Paulinho da Viola (em 09/12/2004 - Folha On line)

"A música de Paulinho da Viola representa um universo particular dentro da cultura brasileira. Experimentá-la é reconhecer que a identidade cultural brasileira não é única, há sempre algo mais." (extraído do site de Paulinho da Viola)

A Obra de Paulinho da Viola já foi tema de livros, trabalhos acadêmicos, gravações e documentário. Em fase de finalizações, se encontra um Documentário realizado pela VideoFilmes com direção de Isabel Jaguaribe e roteiro de Zuenir Ventura. (Confira mais na página - PAULINHO DA VIOLA - Vídeos e muito mais)

-------x-------

AGENDA CULTURAL DA PERIFERIA

A Ação Educativa é uma organização não governamental sem fins lucrativos que desenvolve a apóia projetos voltados para a educação e juventude, por meio de pesquisas, formação, assessoria e produção de informações. Mantém em sua sede o espaço de Cultura e Mobilização Social, aberto ao público, que promove regularmente atividades de formação, intercâmbio e difusão cultural. Vale a pena acessar : http://www.acaoeducativa.org.br/

Confira As Comunidades de SAMBA divulgadas.
-------x-------

Samba do Sino comemora primeiro ano na noite de 15/12/2009 com história do samba

O Movimento Cultural Samba do Sino comemerou 01 ano de vida no último dia 15/12/2009, e presenteia os moradores da cidade com histórias que contam a evolução do samba no Brasil. A proposta nasceu com a idéia de resgatar esse pedaço da cultura popular. (Vanessa Coelho - Guarulhos Web 15/12/2009)